Entrevista 10, edição 7: Maria Amelia e o handebol feminino de Bauru

handebol

Esta sétima edição do ENTREVISTA 10 foi muito especial. Nela, fechamos o ciclo de já ter trazido ao programa todas as modalidades coletivas do esporte de Bauru que disputam  competições de elite. E como Bauru é privilegiada neste sentido: Futebol, basquete, vôlei, polo aquático, futsal e handebol! O destaque da vez foi a AABB/Semel/FIB/Bauru Handebol, representada pela treinadora Maria Amelia Theodoro e das jogadoras Bruna e Dayana — convidei para dar um alô às câmeras suas colegas que estavam nos bastidores. Esta menininha bonita ao meu lado no encerramento é minha filha Ana. Foi ver o pai trabalhar e encerrou a atração com seu gracioso tchau.

É relevante acompanhar esta entrevista para conhecer a luta de Maria Amelia pelo handebol. Trouxe jogadoras que buscam espaço, que aceitaram atuar com ajuda de custo e receberam bolsa de estudos nas Faculdades Integradas de Bauru. E que têm um longo calendário pela frente, na elite estadual da modalidade, na liga paulista (um patamar menor), além de defender o título dos Jogos Regionais e atuar nos Abertos. Muita força para vocês, mulheres do handebol!

Apoio cultural ao ENTREVISTA 10

Empresas que quiserem patrocinar a atração terão espaço durante a exibição (logomarca, slogan e contato), em banner no rodapé da tela. O investimento mensal é bem convidativo e o nível da conversa promete um bom valor agregado. Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail fernandobh@canhota10.com ou pelo telefone (14) 99115.1360 (inclusive WhatsApp).

Dias e horários das reapresentações do ENTREVISTA 10 no canal 14 da NET:

Terça: 19h
Quarta: 10h
Quinta: 1h e 16h
Sexta: 6h, 21h
Sábado: 12h
Domingo: 7h e 22h
Segunda: 7h

O ENTREVISTA 10 é uma parceria do CANHOTA 10 com a TV FIB

Entrevista 10, edição 2: Luis Faustini, o Garrincha, secretário de esportes de Bauru

Entrevista 10 - edição 2 - Garrincha

Depois da boa repercussão da estreia, com Paula Pequeno, o ENTREVISTA 10 trouxe para sua segunda edição um diálogo com o poder público. Luis Francisco Faustini, o Garrincha, secretário de esportes de Bauru, falou sobre os perrengues da pasta, desabafou e agradeceu o empenho dos servidores da Semel (Secretaria Municipal de Esporte e Lazer).

A pauta foi conduzida num tom descontraído, como sempre vai ser, independentemente do convidado — mesmo num assunto espinhoso, como a política. Aliás, o prefeito Clodoaldo Gazzetta também deveria estar na bancada. Convidado insistentemente por duas semanas, deixou a possibilidade no ar até os 45 do segundo tempo, mas não veio. Prefeito, ainda será um prazer recebê-lo, ok?

Na produtiva conversa com Garrincha, os aparelhos públicos, futebol amador, ginásio Panela de Pressão, o episódio das inscrições dos Jogos Regionais de 2017 e lembranças dos tempos em que ele era o gestor do futsal da FIB. Vale a pena conferir, logo abaixo — lembrando que o ENTREVISTA 10 é reprisado durante toda a semana na grade do canal 14 da NET (confira mais abaixo dias e horários).

Apoio cultural ao ENTREVISTA 10

Empresas que quiserem patrocinar a atração terão espaço durante a exibição (logomarca, slogan e contato), em banner no rodapé da tela. O investimento mensal é bem convidativo e o nível da conversa promete um bom valor agregado. Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail fernandobh@canhota10.com ou pelo telefone (14) 99115.1360 (inclusive WhatsApp).

Dias e horários das reapresentações do ENTREVISTA 10 no canal 14 da NET:

Terça: 19h
Quarta: 10h
Quinta: 1h e 16h
Sexta: 6h, 21h
Sábado: 12h
Domingo: 7h e 22h
Segunda: 7h

O ENTREVISTA 10 é uma parceria do CANHOTA 10 com a TV FIB

Anote aí: segunda, 21h, tem Entrevista 10!

Entrevista 10

O sonho virou realidade mais rápido do que eu imaginava. Enquanto ainda fazia um planejamento para viabilizar a ideia de forma independente, surgiu o convite da TV FIB (obrigado, Bruno Rossi, Fabiano Marquezin e Neto Ranieri). Vou comandar o espaço reservado ao esporte na grade da emissora. Todas as segundas-feiras, às 21h, o ENTREVISTA 10 estará ao vivo no Canal Universitário (canal 14 da NET) e também na fanpage do Canhota 10. Além da transmissão em tempo real, haverá dez reapresentações durante a semana (confira dias e horários abaixo).

A entrevistada da estreia será a bicampeã olímpica Paula Pequeno, do Vôlei Bauru. No decorrer das semanas, vamos intercalar personagens das outras equipes de Bauru (Noroeste, Bauru Basket, FIB Futsal, ABDA…), entre atletas e dirigentes, além de outras personalidades do esporte da cidade.

A intenção, durante os trinta minutos de conversa, é ir além da rotina das competições, do jogo de ontem ou de amanhã. Pretendo fazer as perguntas que ninguém fez, descobrir nas entrelinhas o segredo do sucesso dos entrevistados. Aquelas curiosidades de torcedor, o que passa na cabeça do atleta, os bastidores com os dirigentes… Quem aprecia o estilo deste CANHOTA 10 sabe do que eu estou falando. Enfim, vai ser divertido e espero que gostem!

Apoio cultural ao ENTREVISTA 10

Empresas que quiserem patrocinar a atração terão espaço durante a exibição (logomarca, slogan e contato), em banner no rodapé da tela. O investimento mensal é bem convidativo e o nível da conversa promete um bom valor agregado. Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail fernandobh@canhota10.com ou pelo telefone (14) 99115.1360 (inclusive WhatsApp).

Dias e horários das reapresentações do ENTREVISTA 10 no canal 14 da NET:

Terça: 19h
Quarta: 10h
Quinta: 1h e 16h
Sexta: 6h, 21h
Sábado: 12h
Domingo: 7h e 22h
Segunda: 7h

 

Novo ginásio em Bauru: como estamos e quando o teremos?

Novo ginásio: Arena Bauru

Pelo terceiro ano seguido o Bauru Basket disputa a final do NBB. Mais uma vez, viu-se obrigado a buscar uma “casa” provisória para mandar os jogos decisivos, já que a Liga Nacional de Basquete exige arenas de maior capacidade para valorizar seu produto. Em 2015 e 2016, a torcida migrou para Marília. Neste 2017, Araraquara será a sede do jogo 3 da decisão e um eventual jogo 5 será em Botucatu, aumentando a saga itinerante do Dragão. Tudo isso porque o sonho de um ginásio de grande porte em Bauru segue apenas no papel…

Diante disso, o assunto novo ginásio veio novamente à tona. Lembro que questionei todos os candidatos a prefeito sobre este assunto, na bancada do Informasom da 94FM, ano passado. Todos deram respostas evasivas, de buscar recursos, blablablá. Novamente, este Canhota 10 ouviu alguns personagens-chave para viabilizar a Arena Bauru.

Roger Barude: “Temos que criar uma comissão”

Barude: na luta desde 2014
Barude: na luta desde 2014

Hoje vereador pelo PPS, Roger Barude foi quem articulou, enquanto secretário de esportes no governo Rodrigo Agostinho, o que existe de concreto até agora em relação à Arena Bauru. “Fiquei um ano e meio atrás de pessoas, entidades e associações para viabilizar o projeto executivo”, lembrou Barude, que convenceu a Assenag (Associação dos Engenheiros Arquitetos e Agrônomos de Bauru) a fazer um concurso, patrocinado pela Paschoalotto (então patrocinadora máster do Bauru Basket), para viabilizar o projeto. O vencedor foi o escritório do arquiteto Carlos Ricci. “Com o projeto pronto, fui a Brasília três vezes atrás de recursos com o então ministro do esporte, George Hilton. Infelizmente, o país já dava sinais de crise e não foi possível conseguir um repasse de R$ 20 milhões para a construção”, descreveu o vereador.

O passo seguinte foi procurar a iniciativa privada. Roger reuniu-se com os empresários Walter Torre (da construtora W.Torre, que fez a arena do Palmeiras) e Roberto Graziano (notório por investir muito no Guarani de Campinas), mas não teve êxito. O que está a seu alcance, agora como vereador, é mobilizar quem pode ajudar. “Nos bastidores, conversei com vários deputados. Percebo que está faltando vontade política de todos os interessados. Não aceito dizerem que não têm recursos. Que sinalizem com alguma coisa, um valor menor… Conversei com o Gazzetta, ele tem vontade de fazer. Acho que temos que criar uma comissão e ir pra cima, avançar. É uma vergonha para Bauru não ter um ginásio, por tudo o que tem conquistado no esporte”, finalizou Barude, que é figura assídua nas partidas disputadas na Panela de Pressão.

Pedro Tobias: à disposição

Assim que o Bauru Basket conquistou a classificação para a final do NBB 9, a fanpage do deputado estadual Pedro Tobias publicou uma homenagem ao time. Não demorou para receber críticas nos comentários, que viram oportunismo do deputado, pouco notado no cenário esportivo da cidade.

Por meio de sua assessoria, ele se mostrou disposto a ajudar. “Estou à disposição das autoridades locais para discutir esse assunto e voltar à pauta essa prioridade, mas a responsabilidade primeira é do município. É preciso juntar esforços e disponibilizar recursos nos níveis local, estadual e federal”, disse. Entretanto, Tobias demonstrou desconhecimento sobre o andamento do assunto Arena Bauru: “Esse projeto não sairá do papel se a prefeitura não colocar à disposição a doação de uma área bem localizada.” Na verdade, o local já está definido: um terreno de 100 mil metros quadrados na Avenida Nações Norte, em área denominada Parque Água do Castelo.

O deputado lembrou que viabilizou, em 2002, uma verba de R$ 600 mil junto ao deputado federal José Aníbal para o início da construção de um ginásio, mas que a prefeitura da época não apresentou projeto executivo. Pudera: na época Bauru estava quebrada e com ambiente político bastante turbulento.

Em resposta aos questionamentos de bauruenses no Facebook, o parlamentar afirmou que desde 2002 nunca mais foi procurado pelas autoridades locais para falar sobre ginásio. Não concordo que alguém do quilate político dele se acomode numa posição de expectativa. Pelo menos ele se disse disposto a dialogar, mesmo não estando familiarizado com o tema. Que Gazzetta e as famosas “forças vivas” da cidade batam à porta de seu gabinete.

O prefeito Gazzetta e o deputado estadual Pedro Tobias: a cidade aguarda
O prefeito Gazzetta e o deputado estadual Pedro Tobias: a cidade aguarda

Gazzetta: viabilizar até 2020

Anote a promessa aí, bauruense: o prefeito Clodoaldo Gazzetta pretende viabilizar a Arena Bauru até 2020. A princípio fora de seu plano de governo, o ginásio com capacidade para 5 mil pessoas será contemplado no Plano Plurianual (PPA), segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, em resposta ao Canhota 10. O PPA é o planejamento da administração municipal para os próximos quatro anos e está em fase de elaboração para envio à Câmara Municipal. Para conseguir os cerca de R$ 20 milhões, “o município vai buscar a captação de recursos, seja através de parceria público-privada (PPP), Imposto de Renda Pessoa Jurídica (lucro real) ou convênios junto às esferas estadual e federal”, prometeu Gazzetta.

Ginásio no papel

Vale recordar que a Arena Bauru teve projeto executivo aprovado em outubro de 2014 e entregue à Semel (Secretaria Municipal de Esportes e Lazer) em abril de 2015. Nesse período, houve comitivas em busca de recursos, mas no olho do furacão da crise política e econômica, o assunto esfriou. Abaixo, algumas imagens do projeto do arquiteto Carlos Ricci:

A fachada da Arena Bauru
A fachada da Arena Bauru

 

Visão interna: projeto prevê cerca de 5 mil lugares
Visão interna: projeto prevê cerca de 5 mil lugares

 

Área na Nações Norte prevê estacionamento
Área na Nações Norte prevê estacionamento

Fotos: Divulgação

Handebol de Bauru conquista dois títulos na Liga Regional

handebolNão são poucos os exemplos de conquistas esportivas que atravessam os limites de Bauru. A ABDA traz medalhas nas piscinas e nas pistas, o kung-fu não para de nos orgulhar mundo afora e o tênis de mesa tem muita representatividade em seu cenário. E inclua nessa lista de exemplos o handebol, masculino e feminino: a equipe AABB Semel FIB Bauru acaba de conquistar a Liga Regional do estado, no masculino e no feminino. Fruto do projeto Gol com a Mão, coordenado pela incansável Maria Amélia Theodoro, que também treina as equipes.

As conquistas qualificaram Bauru para a Copa dos Campeões das Ligas de Handebol do Estado de São Paulo, sendo inclusive cidade-sede do evento, que acontecerá entre os dias 2 e 4 de dezembro.

Há algumas semanas, os times bauruenses já haviam conquistado o vice-campeonato da Série Prata da Liga de Handebol do Estado de São Paulo, na categoria adulto, e o quarto lugar no sub-21, ambos no masculino. “Esses resultados são o expoente da paixão dos atletas pelo handebol e da dedicação que eles apresentaram durante os treinos ao longo de todos esses anos. Esperamos que essas conquistas possam ser um estímulo para que ainda mais bauruenses participem da nossa rotina e contribuam para o desenvolvimento da modalidade em nossa cidade”, disse Maria Amélia, via assessoria.

Sigo a Maria Amélia no Facebook e tenho manifestado sua entrega, seu entusiasmo e sua luta pelo fortalecimento da modalidade. Como argumento, ela tem apresentado troféus. Que se multipliquem e que se fortaleça o viés social da iniciativa, pois o ambiente esportivo sempre será a melhor fonte de valores para os jovens.

 

Foto: Projeto Gol com a Mão/Divulgação