Categorias
Noroeste

Paulo Sérgio Simonetti lança livro ‘O Noroeste na Era Damião’

Paulo Sérgio Simonetti lança livro que reflete sobre o período mais próspero do Noroeste

Será lançado nesta segunda (4/nov), o primeiro livro do jornalista Paulo Sérgio Simonetti, O Noroeste na Era Damião. De forma oficial, pois a obra já está à venda na rede Jalovi. Ela reúne as melhores colunas do Paulo, publicadas no site da 94FM, durante o período em que Damião Garcia esteve à frente do Noroeste.

É o primeiro livro do radialista, professor universitário, locutor, etc, etc. Quem não conhece sua trajetória, pode conferir um pouquinho dela no emocionante prefácio assinado pelo seu contemporâneo de crônica esportiva, João Carlos de Almeida, o JoãoBidu.

Quando o Paulo me ligou pedindo indicação sobre quem poderia ajudá-lo nessa empreitada, de editar o material, diagramar, revisar, fui atrevido, fominha e respondi na lata: “Eu!”. Afinal, já havia colaborado com a 94FM há uns cinco anos, editando sua revista e comentando no saudoso Ritmo do Esporte. Portanto, sei como é fácil trabalhar com o Paulo, como ele é entusiasmado e dá liberdade a quem confia uma responsabilidade. Além disso, o assunto (Noroeste) dispensa comentários, é de meu total interesse.

E foi interessante, a cada texto, ver um outro ponto de vista, que ora batia com o meu, ora me fazia refletir — é o que se deve fazer quando alguém tem uma opinião diferente da sua. E para os desavisados, apesar da explícita homenagem ao homem que transformou o clube, Paulo também pondera sobre as falhas da gestão Garcia, sem meias palavras.

O fato de estar afastado da crônica esportiva há duas décadas não tirou o faro do autor. Por várias vezes ele antevê situações, pois, com tantos anos de cobertura do Noroeste, sabe que sua história é uma ciranda de alegrias e decepções. Nas entrevistas que já concedeu divulgando o livro, Paulo não esconde que está afastado fisicamente de Alfredo de Castilho. Mas, de lá pra cá, à sua maneira, sempre ajudou o clube através da 94FM, seja na cobertura jornalística que chefia, seja divulgando partidas, abrindo os microfones para dirigentes ou enaltecendo a história alvirrubra — ao exibir a partir de hoje, e pela segunda vez, coisas do Norusca no Espaço Cultural Leônidas Simonetti.

Ao lançar o livro O Noroeste na Era Damião, Paulo dá importante contribuição à literatura esportiva bauruense, que andava meio parada desde Onze Camisas F.C., de José Carlos Galvão de Moura. Muitos anos depois veio A voz da geral, do colega Bruno Mestrinelli, que retratou a ascensão do Norusca nos primeiros anos da Era Damião — Paulo, aliás, credita o termo ao jornalista. Há também Excelência Pioneira do Futebol Bauruense, de Fausto Gamba Gonçalves, que relembra, com dados, a vida de BAC e Noroeste de 1910 a 1947. Por fim, meu livro Paixões de Bauru, que relembra o 2012 de Norusca e Bauru Basket. E só. Portanto, é de se comemorar cada obra que ajuda a contar a história do glorioso Esporte Clube Noroeste.

Importante lembrar que toda a renda de O Noroeste na Era Damião será revertida à SORRI. Grande, Paulo. Foi um prazer — e vem mais por aí!

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *