Categorias
Vôlei Bauru

Vôlei Bauru perde para Osasco na estreia na Superliga

retranca-superligaPode-se dizer que o Concilig Vôlei Bauru quebrou o gelo. Estreou na elite, já com jogo duríssimo, mas importante para testar a força das meninas, animar a Panela de Pressão e acostumar a Cidade Sem Limites a mais um filé do esporte. Apesar da derrota por 3 sets a 0 (parciais de 25 a 18, 25 a 21 e 25 a 23), em 1h37 de partida, ficou a impressão de que, no pelotão intermediário, as gigantes vão dar trabalho. O famoso time encardido. Fosse essa peleja no meio da fase de classificação, dificilmente Osasco aplicaria esse pneu.

Em entrevista pós-jogo ao repórter Luiz Lanzoni (Auri-Verde 760AM/Jornada Esportiva), a levantadora Ana Tiemi fez um bom diagnóstico da noite de estreia. “A gente não fez uma boa estreia, pelo que treinamos durante a semana. E foram treinos bons. O primeiro set foi ruim, o segundo médio e o terceiro bom, então, fomos evoluindo. Hoje, por ser estreia, estava todo mundo nervoso. Não poderemos ter esse jogo como parâmetro. Contra o Rexona vai ser melhor”, disse a camisa 1.

De fato, o time bauruense cochilou no primeiro set, permitindo que Osasco abrisse diferença a partir do décimo ponto. No segundo, encostou no placar mais de uma vez, mas não conseguiu evitar a diferença de quatro pontos ao final. Na última parcial, saiu na frente (7 a 4), mas permitiu a virada; vigiou de perto o placar, encostou em 20 a 21, mas errou na hora crucial.

“Nós montamos algumas estratégias de bloqueio, mas no final dos sets não conseguimos fazer. É um começo de trabalho e elas vão crescer bastante. Mas temos que crescer mais 240 por cento!”, avaliou o treinador Chico dos Santos.

“Conseguimos jogar de igual para igual em boa parte da partida e isso nos motiva bastante a buscar resultados melhores daqui pra frente”, comemorou a líbero Andressa, via assessoria.

As principais pontuadoras do Vôlei Bauru foram a oposta Bruna Honório, com 11 pontos, e a ponteira Mari Cassemiro (10). A oposta Ivna, de Osasco, finalizou 14 vezes e foi eleita a craque do jogo.

O próximo desafio é outra pedreira, também na Panela: o Rio de Janeiro, de Bernardinho, dia 17/nov/ter, às 19h30.

 

Foto: Marina Beppu/Vôlei Bauru

Categorias
Vôlei Bauru

Chegou a hora! Vôlei Bauru estreia na Superliga feminina

retranca-superligaÉ nesta sexta-feira (13/nov), às 19h30, na Panela de Pressão, mais um capítulo importante do esporte bauruense. Mais uma equipe que leva o nome da cidade à elite nacional de uma modalidade. Neste caso, o Concilig Vôlei Bauru, que estreia na Superliga feminina — e início de gala, contra o Vôlei Nestlé Osasco, atual campeão paulista.

As gigantes bauruenses, atuais campeãs brasileiras da segunda divisão — além do terceiro lugar no Paulista 2015 — têm tudo para cumprir a meta de ficar entre as oito melhores equipes. Mas podem, por que não?, sonhar com uma semifinal. Considerando que Osasco e Rio de Janeiro deverão estar entre os quatro finalistas, a briga das meninas pelas duas vagas restantes será contra Sesi, Minas e Praia Clube (de Uberlândia).

CONFIANÇA
“A boa campanha que fizemos no Paulista faz com que os adversários nos respeitem mais, mas também cria uma expectativa maior em relação ao nosso time. A Superliga é diferente, é bem mais difícil, pois possui equipes mais fortes. Sabemos das dificuldades que teremos pela frente, mas temos como objetivo ficar entre os oito melhores e chegar aos playoffs. Aí é outra competição e podemos beliscar uma vaga na semifinal”, confirma o treinador Chico dos Santos, via assessoria.

INGRESSOS
Para a partida contra o Osasco, os ingressos estarão à venda até as 18h desta sexta  na Concilig (Getúlio Vargas, 3-03) e na bilheteria da Panela a partir das 18h30. Este jogo terá uma promoção: todos pagam meia-entrada! Cadeira a R$ 30 e arquibancada a R$ 15. Há ainda um pacotão para as quatro primeiras partidas: cadeira sai a R$ 100 (R$ 25 por jogo, portanto) e arquiba a R$ 50 (R$ 12,50 por jogo). Vale a pena, até porque o jogo 2 (17/nov) será contra o Rio de Janeiro de Bernardinho. Quer virar sócio-torcedor? Detalhes aqui.

GUIA DA SUPERLIGA 2015/2016
Se quiser saber como chegam todas as equipes que disputam o nacional das meninas, a turma fera do Locomotiva Esportiva fez um material muito bacana. Clique aqui para conferir.

 

Foto (Natiele, Chico dos Santos e Ana Tiemi, no evento de lançamento da Superliga 2015/2016): Divulgação/CBV

Categorias
Esporte de Bauru

Times bauruenses têm diferentes prioridades nos Jogos Regionais

Nesta quarta, 15/jul, começou a 59ª edição dos Jogos Regionais, competição entre cidades que é dividida regionalmente. Bauru compete na 3ª Região esportiva, com sede em Santa Bárbara D’Oeste, que reúne 39 municípios. A Cidade Sem Limites, que foi vice da 1ª Divisão em 2014, enviará 480 atletas que competirão em 40 modalidades (somando masculino e feminino).

Em se tratando das equipes de esportes coletivos que atuam em competições de elite por Bauru, as prioridades são bem diferentes nesses Regionais. Confira a seguir:

icone-BASKETPASCHOALOTTO BAURU BASKET
Entrará em quadra com a equipe sub-17. O sub-19 é praticamente o elenco que está se preparando para a Liga de Desenvolvimento do Basquete (LDB, sub-22), somado a Carioca, Léo Eltink e Gabriel; além disso, também ajuda a compor os treinamentos do time principal, que inicia treinamentos para o Campeonato Paulista. O sub-17 é o atual segundo colocado do estadual da categoria.
Na 1ª fase: está no grupo B, contra Santa Bárbara D’Oeste e Piracicaba. São nove times no total.
Estreia contra Santa Bárbara D’Oeste, sábado (18/jul), às 18h.

icone-FIBFIB FUTSAL
A Associação Atlética FIB entrará com a equipe principal, de olho na medalha de ouro e, também, para se preparar para a Copa Paulista. Depois da participação ruim na Liga Paulista, o elenco foi reformulado e segue treinado por Elton Carvalho, mas comandando uma comissão técnica também reformulada.
Na 1ª fase: está no grupo A, contra Barra Bonita, Capivari e Lins.
Estreia dia 19/jul, sem tabela divulgada ainda…

icone-NOROESTENOROESTE
O Norusca representará Bauru no futebol mais uma vez e vai em busca do bicampeonato — levou o ouro em Lins, em 2014. Comandado por Alex Garcia, o elenco sub-20 se prepara para a disputa do Campeonato Paulista da categoria, na segunda divisão, quando deverá assumir o treinador Alex Afonso, recém-saído da diretoria do Rio Claro.
Na 1ª fase: está no grupo B, contra Barra Bonita e Botucatu.
Estreia dia 18/jul, contra Botucatu, às 14h.

icone-VOLEICONCILIG VÔLEI BAURU
A competição será o primeiro degrau da preparação para o Campeonato Paulista, antes da rápida Copa São Paulo (mata-mata). O time principal está bastante reforçado para a temporada e em treinamento intensivo há algumas semanas. Deve atropelar, mas servirá para ganhar ritmo de jogo.
Na 1ª fase: está no grupo B, contra Lins e Porto Ferreira.
Estreia dia 21/jul, contra Porto Ferreira (horário não divulgado).

Categorias
Vôlei Bauru

Vôlei Bauru estreia com derrota no Paulista

A caminhada do Concilig Vôlei Bauru no Campeonato Paulista de vôlei feminino começou com derrota. Não dá para chamar de tropeço, termo que remete a resultado fora do planejado. Afinal, as meninas sem limites enfrentaram o Pinheiros, campeão da Copa São Paulo (torneio preparatório para o Paulista), que levou a melhor em seu ginásio por 3 sets a 0 (25 a 17, 27 a 25, 25 a 17), em 1h28 de partida.

A equipe bauruense teve pouco tempo para trabalhar em sua formatação atual, com novo treinador e reforçada por Mari Paraíba. O pior é que não dá para afirmar que irá ganhar ritmo e ficar calejada com a sequência de jogos, pois é muita espaçada — o próximo compromisso é somente no dia 10 de setembro, contra o Sesi, na Panela.

“A equipe ainda não está onde vai chegar”, avisou a levantadora Camila Torquette, em entrevista ao Jornada Esportiva. “São apenas três semanas de trabalho com a equipe“, ponderou o técnico Chico do Santos, que se disse satisfeito com a resposta das meninas em quadra.

Foto: Divulgação

Categorias
Vôlei Bauru

Vôlei Bauru estreia contra o Pinheiros na elite paulista

Acabou a espera. Depois de quase uma década de atividades, finalmente chegou o dia da estreia de Bauru na elite do voleibol paulista. O primeiro adversário do Concilig Vôlei Bauru será o Pinheiros, às 20h, em São Paulo — com transmissão do Jornada Esportiva. Multicampeã dos Jogos Regionais e divisões inferiores do estadual e dos Jogos Abertos, chegou a hora da Cidade Sem Limites marcar território entre os grandes — no início de 2015, novamente jogará a Superliga B, de olho na nata nacional.

Durante a preparação, uma mudança de curso. O técnico Airton Nascimento foi deslocado para a função de auxiliar, abrindo espaço para Chico dos Santos, de currículo mais recheado. A má campanha na Copa São Paulo (torneio preparatório) e em amistosos também instigou a diretoria a trazer um nome de peso: a ponteira Mari Paraíba, reforço também no marketing, por sua beleza padrão de revista.

A responsabilidade de conduzir o time, além de Mari, cabe às experientes Camila Torquette (levantadora, 27 anos) e Soninha (ponteira, 36). A também ponteira Ingrid (25 anos, ex-Osasco) está se recuperando de lesão e sua volta é bastante esperada.

O CAMPEONATO
Com apenas sete equipes (além de Bauru, Araraquara, Osasco, Pinheiros, São Bernardo, São Caetano e Sesi), o Campeonato Paulista é bem enxuto em relação a quantidade de partidas — são apenas 12 jogos até alcançar o título. Na primeira fase, o times jogam entre si em turno único e essa etapa tem a função de alçar o líder direto para as semifinais e ordenar os demais nas quartas (2ºx7º, 3ºx6º, 4ºx5º). Os três sobreviventes desse mata-mata avançam às semi. Todos os playoffs são disputados em duas partidas.

A TABELA
Confira os jogos de Bauru na primeira fase:

29/ago/sex • 20h • Pinheiros (fora de casa)
10/set/qua • 20h • Sesi (na Panela)
13/set/sáb • 17h • Osasco (fora)
20/set/sáb • 18h • São Bernardo (na Panela)
3/out/sex • 19h30 • Araraquara (fora)
11/out/sáb • 17h • São Caetano (na Panela)

O TIME
Levantadoras: Barbara (22, ex-Blumenau), Camila Torquette (27 anos, ex-Praia Clube) e Deka (47)
Centrais: Alana (26), Hellen (22), Ana Paula (21, ex-Araraquara) e Roberta (23)
Opostas: Aline (25, ex-Pinheiros), Camila (22) e Fernanda (26, ex-Rio do Sul)
Líberos: Jéssica (22) e Mariana (24)
Ponteiras: Iannae (22), Ingrid (25, ex-Osasco), Mari Paraíba (28, ex-Barueri), Natacha (23), Nayara (21),Soninha (36, ex-São Bernardo)

Técnico: Chico dos Santos
Supervisor: Airton Nascimento
Auxiliar técnico: Tom
Preparador físico: Elder Facim
Diretor: Adriano Pucinelli

Foto: Marina Beppu/Divulgação