Categorias
Vôlei Bauru

Vôlei Bauru fecha “primeira perna” da tabela da Superliga com louvor

Três vitórias em quatro jogos jogando na Panela e o quarto lugar na classificação. Este é o saldo das meninas de Bauru no início da Superliga

retranca-superligaEu queria que o Canhota 10 fosse uma robusta corporação da comunicação bauruense para ser onipresente no nosso esporte. Mas eu sou só um e deixo passar muita coisa. Não repercuti as vitórias do Concilig Vôlei Bauru sobre Valinhos e São Bernardo – nos liks estão a cobertura dos parceiraços de conteúdo do Locomotiva Esportiva, essa molecada impressionante.

Mas vale celebrar a atual quarta posição das gigantes na Superliga, após os quatro primeiros jogos, todos atuando em casa. Podemos chamar de “primeira perna”, com 75% de aproveitamento (foram três vitórias). Dentro da “normalidade”, seriam duas, mas as meninas bateram o Rio de Janeiro, de Bernardinho.

Agora, começa o vaivém de jogos fora de casa e na Panela — nesta sexta, às 20h15, encara o Rio do Sul, nos Pampas, depois o São Caetano na Panela e assim por diante. Será assim até o fim do primeiro turno.

No segundo turno, a tabela é espelhada. Os quatro primeiros confrontos serão longe de Bauru, depois, alterna-se novamente.

É sabido que as comandadas de Chico dos Santos enfrentaram outras adversárias além das oponentes do outro lado da rede: a ansiedade, o nível da elite nacional, a busca pelo entrosamento com a capitã Ana Tiemi, que demorou a pegar ritmo de jogo e ainda luta pelo seu melhor condicionamento, inclusive técnico. Por isso o início é animador. Por isso o ginásio merece encher mais. E a gente precisa aplaudir mais um projeto esportivo que coloca Bauru no mapa do esporte.

 

Foto: Marina Beppu/Vôlei Bauru

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *