Categorias
Noroeste

Sócio-torcedor impulsiona contratações do Noroeste

Noroeste anuncia mais dois atletas, frutos do programa de sócio-torcedor

retranca-ECNO Noroeste segue anunciando contratações para a disputa da Série A3 de 2017. No último sábado (26/nov), o volante Jonatas Paulista, de 22 anos, e nesta segunda o meia Caio Tavera, 29. O principal ponto a se destacar desses recentes reforços é que o clube atribui ao programa de sócio-torcedor a possibilidade de fechar esses dois negócios.

Não é uma conta difícil: com 400 adesões confirmadas e com o menor preço de R$ 19,90 mensais, pode arredondar uma receita mínima de R$ 8 mil, por enquanto. Claro que tem custos administrativos do programa e o repasse à empresa total Player, mas como há adesões em valores maiores, é só uma conta rápida mesmo mostrando a importância do sócio-torcedor. Não sei qual o salário que esses jogadores vão receber, mas é sabido que a média salarial de uma terceirona não é alta. Isto é, oito contos ajuda e muito.

E não é apenas ajudar, claro. Há parcerias que rendem descontos em pontos comerciais, além de já ter o ingresso garantido por um valor inferior ao da bilheteria, na média. Se você quer aderir ao sócio-torcedor do Noroeste, confira detalhes clicando aqui.

ANÁLISE DOS NOVOS NOMES

Caio assina contrato. Foto: Bruno Freitas/Noroeste
Caio assina contrato. Foto: Bruno Freitas/Noroeste

Este Canhota 10 já comentou sobre CAIO TAVERA, anunciado hoje, mas revelado por seu empresário na sexta e repercutido por aqui, no post sobre os primeiros reforços. Clique pra conferir, mas aqui resumo: nunca se firmou ou se destacou nas mais de dez equipes pelas quais passou — e coleciona muitas dispensas. Começou no Cruzeiro, passou pela base da Seleção, mas não deslanchou. Pelo YouTube, mostra talento, um estilo vertical, driblador, além de boa bola parada. Natural da vizinha Agudos, tomara que se sinta bem perto de casa e vença essa desconfiança.

Jonatas na Seleção
Jonatas na Seleção

Já o volante JONATAS PAULISTA ainda se enquadra no perfil de promessa. Formado pelo Vasco, também atuou nas categorias menores da Seleção, mas não conseguiu espaço no profissional em São Januário. Assim, disputou a Série B de 2015 pelo Boa Esporte (rebaixado), onde não se firmou como titular, e o Carioca deste ano pelo Boavista. Seu contrato com o clube cruz-maltino não foi renovado e agora o meio-campista busca novo espaço no futebol. Considerando que a Série A3 é de um nível inferior ao que ele disputou até agora, pode fazer a diferença por aqui.

 

Fotos: Reprodução

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *