Categorias
Noroeste

Noroeste perde para o Monte Azul na estreia da Copa Paulista

Sem vencer desde fevereiro, Noroeste volta das férias como entrou: perdendo. Algoz foi o Monte Azul, na casa do adversário

Atuando com sua bela camisa listrada, o Noroeste seguiu sua sina de estreias ruins na Copa Paulista e começou mal sua caminhada de defesa do título. Jogando em casa, o Monte Azul aproveitou uma das poucas chances que teve e venceu o Alvirrubro por 1  a 0 — gol de falta de Juca, aos 35 do primeiro tempo.

Sem vencer desde fevereiro, na primeira metada da fase de classificação da Série A-2, o Norusca começou essa caminhada ainda sem contar com os principais reforços: os medalhões Michel Neves, Jorginho Paulista e Marcos Aurélio. Por outro lado, os também rodados Rafael Muçamba, Marco Túlio e Cléberson estiveram em campo, mas não evitaram o revés.

O Noroeste perdeu para o Monte Azul jogando com Yuri; Júnior Maranhão, Bonfim, Magrão e Douglas; Alex Bacci (Pedro), Ruan, Rafael Muçamba e Marco Túlio (Cássio); Cleberson e Roni (Valdir).

Abre aspas
Ao repórter Jota Martins (87FM/Jornada Esportiva), o treinador Edinho Machado e o gestor Fabiano Larangeira lamentaram a derrota:

“A autoestima está baixa, mas eu quero que a equipe confie mais em seu potencial. Estou vendo que está havendo um esforço sobrenatural para passar por cima dessa dificuldade financeira. Faltou um pouco mais de confiança e personalidade dos atletas, confiarem num chute de fora da área… Agora, mais do que nunca, precisamos da ajuda do torcedor para conseguir dois grandes resultados nos próximos jogos em casa”, avaliou Machado.

“Nós estamos fechados, blindamos o grupo e estamos preocupados em trabalhar. Prefiro não tocar nesse assunto [dinheiro e salários atrasados], que é administrativo e há pessoas corretas para tratar disso”, disse Larangeira.

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *