Categorias
Noroeste

Exclusivo: Bonfim fala sobre o afastamento do elenco do Noroeste

Zagueiro Bonfim fala ao Canhota 10 como foi seu afastamento no Noroeste e rebate argumento de que a motivação foi por negociação salarial

Após o anúncio de oito jogadores afastados do elenco do Noroeste, era evidente que seria forte a reação em relação ao nome do capitão Bonfim, ídolo da torcida alvirrubra — os demais jogadores, pouco aproveitados, não causaram comoção. Nas redes sociais, houve revolta contra o treinador Edinho Machado e torcedores lembraram que o zagueiro (com mais de 200 jogos pelo clube) foi um dos poucos que se salvaram na fatídica campanha do rebaixamento, semestre passado.

Apesar de ter ficado claro o desgaste entre Machado e Bonfim, o argumento para o afastamento do jogador foi o da adequação salarial. O zagueiro, entretanto, nega que houve essa conversa nos últimos dias e alega, ainda, que soube pela imprensa. Apesar de o treinador dizer, em coletiva no final da tarde, que pode voltar a contar com os atletas afastados em um segundo momento, o ex-capitão acha difícil permanecer no clube. Confira o papo exclusivo que  Bonfim teve com o Canhota 10:

Você foi comunicado do afastamento? Houve alguma conversa?
“Soube pela imprensa, isso que revoltou todos os envolvidos e o elenco… Teria que ter mais respeito pelos atletas.”

Então não houve essa negociação de redução salarial?
“Conversei sobre salário há dois meses com o presidente, assim que o Larangeira estava entrando no clube. O presidente me afirmou que se o Larangeira assumisse o clube mesmo e trouxesse tudo o que estava prometendo, seria um prazer para ele pagar o mesmo valor e não haveria redução… Só que depois não falamos mais nada sobre isso. É pura desculpa.”

Você acha que ficou desgastado por tomar frente das reinvidicações salariais do elenco?
“É um papel normal feito pelo capitão, a favor do grupo e dos funcionários. E de não concordar com atitudes e declarações feitas e tomadas por eles em determinadas situações.”

O que você pretende fazer nos próximos dias?
“Estou machucado, vou fazer um exame amanhã e estou à disposição da direitoria para resolver os acertos o quanto antes.”

Ficou sem clima de voltar a jogar no Noroeste enquanto estiver essa gestão?
“Sem dúvida. Ficou complicado.”

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *