Categorias
Noroeste

Luz vermelha: mais uma derrota do Noroeste, lanterna, no Alfredão

Líder Rio Preto vence no Alfredão e afunda o Noroeste na classificação da Série A-3

Fosse outra situação, perder para o líder do campeonato até causaria certa resignação em jogadores, torcedores e cronistas. Mas o sentimento é outro, desolação. Um buraco se abriu em Alfredo de Castilho e, lá do fundo, está difícil de alcançar a reação. Depois do alento do empate em Sertãozinho, o retorno à dura realidade: mais uma derrota em casa! Desta vez, foi o Rio Preto quem goleou por aqui, 4 a 2. Com o resultado, o Noroeste segue afundado na lanterna, com apenas três pontos ganhos.

O filme segue idêntico no Alfredão: sai perdendo e termina o jogo tomando um gol em que o atacante faz o que quer — contra Flamengo e Juventus foi assim também. Se o Carnaval começou com folia do adversário, que o Norusca encontre forças para finalizá-lo comr travessuras na Rua Javari, que é onde o Água Santa vai mandar esse jogo adiado (terça, 16h). Se noroestino não desiste nunca, só resta rezar, torcer… Faltam apenas 11 jogos… Ano passado, na A-2, o Alvirrubro marcou um pontinho nos últimos dez… Agora, precisa de uma porção deles em quantidade semelhante de pelejas.

Lance da partida clicado por Vitor Oshiro, repórter do Jornal da Cidade
Lance da partida clicado por Vitor Oshiro, repórter do Jornal da Cidade

O jogo
O início da partida foi animador, com Aranha trabalhando pouco e o goleiro rio-pretense sendo exigido — aos 20min, Washington teve que se esticar todo para cortar um cruzamento de Branco que virou chute. Mas, como em todos os jogos, não foi o Norusca quem abriu o placar. Aos 38, Cléo Silva aproveitou falha de Zé Ilton, que avançou e arrematou sem chances para Aranha. A reação, pelo menos, foi rápida. Quatro minutos depois, o centroavante Jairo completou assitência do esforçado Lauro César.

No segundo tempo, com o alívio do empate — e com um jogador a mais –, o Noroeste começou pressionando, em chute de Lelê logo a um minuto. Mas, de novo, a bola adversária chegou primeiro às redes… Aos 16, o lateral Lucas arriscou de longe, sem chances para Aranha. Sem esboçar reação, ainda viu Cléo Silva fazer mais um, aos 31, em jogada individual permitida pela defesa. Lauro, sempre ele, reagiu em boa cobrança de falta, aos 36, mas o esforço alvirrubro parou nisso. Deu tempo de Felipe entrar na área com tranquilidade, aos 46, e decretar mais uma goleada.

O Noroeste perdeu jogando com Wellington Aranha; Alex Bacci (Davi), Zé Ilton e Lucas Matheus; Bira, Gustavo (Gilson), Luiz Azevedo (Zé Roni), Lelê e Branco; Lauro César e Jairo.

Foto principal: Cristiani Simão/Jornada Esportiva

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *