Categorias
craques Palmeiras Seleção

Evair, o melhor pênalti

Se André Cruz foi o primeiro jogador que me encantou numa cobrança de falta, o chute da “penalidade máxima” é de Evair. Ele corria para bola daquele jeito cadenciado, com discretos saltos (bem imitados pelo craque Alex) e raramente errava. Em dois pênaltis cruciais da história do Palmeiras, ele guardou.

Quase dezesssete anos de jejum não pesaram nas costas do camisa 9 do Verdão, naquele prorrogação da final do Paulistão de 1993. “Olho no laaance…”, breve pausa de Silvio Luiz e Evair já estava nos braços da galera. Seis anos depois, na decisão da Libertadores, ele reserva, veterano, mas quando surgiu o pênalti aos 20 do segundo tempo, era só confiar. Abriu o placar. Só não fez outro na decisão dos tiros livres porque foi expulso…

Lembro-me ainda do melhor parceiro de Edmundo (e vice-versa) jogar o fino na Portuguesa, no Vasco e seguir balançando as redes num final de carreira cigano. Eu era novinho quando arrebentou no Guarani e fez bom papel na Atalanta. altou a ele a Copa de 1994. Assíduo nas eliminatórias, perdeu espaço para Ronaldo e Viola no período pré-convocação.

Meu amigo André Cavalo, paulistano e palestrino que veio pro Triângulo Mineiro, sempre era o Evair nas nossas disputas. Quando eu queria bater pênalti de direita, também diria que era Evair. Sempre evocando o “olho no laaance…”.

ASSISTA: a seleção do tetra e a importância para uma geração do futebol brasileiro.
Visite o canal do CANHOTA 10 no YouTube e inscreva-se!

 

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *