Categorias
Bauru Basket

Bauru estreia com vitória tranquila na Sul-Americana

Paschoalotto Bauru vence a Universidad Concepción na abertura da Sul-Americana

Como era esperado, o Paschoalotto Bauru começou com tranquilidade o grupo B da Liga Sul-Americana. Tranquilo mesmo. Adversário fraco, placar folgado (90 a 71), até uma certa relaxada na pontuação — os chilenos fizeram mais pontos do que deveriam. Mas tudo em casa, vem aí uma maratona de jogos e ninguém precisava se matar em quadra. Uma pena a Panela não estar lotada, apesar do bom preço do ingresso. Que melhore nesta quarta, o jogo que promete ser o decisivo, já que o Caquetios de Falcón venceu o Defensor Sporting por 97 a 91. Que venham os veteranos, base da seleção venezuelana.

O jogo
O início da partida foi de azarão. Os chilenos saíram na frente (5 a 9), demonstrando de cara a dependência no armador Arteaga e no ala-pivô Spillers. Mas não iriam cair todas as bolas… E foi com paciência, sem forçar, que Bauru assumiu o domínio do placar e foi abrindo, com bolas de Gui e Ricardo, além da presença de Murilo e Tischer, para fechar o primeiro quarto em 28 a 18.

No segundo período, já apostando no revezamento, o Dragão deslanchou. Foi quando Gui Deodato deitou e rolou, com suas de três, cravadas, contra-ataques fulminantes. Bom ver o Gui ser o Gui, que transforma sua sobra física em bola na redinha. Do outro lado, os chilenos assistiam de dentro da quadra… Parcial tranquila de 28 a 11, que contou com bolinhas de Mathias e gatilhos de fora de Fernando Fischer e Scaglia (dois cada), levando 56 a 29 para o vestiário.

O terceiro quarto já foi mais relaxado e os chilenos até  se aventuraram em bem-sucedidas infiltradas, com Spillers e Marechal — e conseguiram a façanha de vencer a fração, por 15 a 18 (71 a 47). Dessa forma, Guerrinha começou com o último período com o quintento titular em quadra (Ricardo, Larry, Gui, Murilo e Tischer), principalmente por ser a primeira vez que jogavam juntos nesta temporada. Com o placar mais do que garantido, os reservas foram entrando aos poucos, inclusive os meninos Rafael — que parece ter sentido a estreia internacional e deu dois air balls — e Biloca. No final, até o Universidad de Concepción lançou os reservas. E já em clima de fim de festa, novamente os chilenos venceram a parcial (19 a 24), mas nada que ameaçasse a vitória por 90 a 71.

Abre aspas
“Eu estava precisando disso, manter minha cabeça melhor. O time estava sentindo minha falta. E fiquei muito feliz com a volta do Fernando Fischer, para dividir comigo a responsabilidade na lateral. Agora temos que descansar e vencer os próximos jogos”, comemorou o ala Gui Deodato.

“Os meninos aproveitaram o revezamento. Tudo bem que perdemos o segundo tempo, mas cada um aproveitou a sua maneira. É normal o Fischer oscilar, o Rafael poderia ter ficado mais na quadra… Já o Mathias foi bem o jogo inteiro. A diferença poderia ser maior, mas, no momento, o importante é ganhar, revezar em função da maratona de jogos”, avaliou o técnico Guerrinha.

Números
O cestinha da partida foi o armador Arteaga, do Concepción, com 22 pontos. Do lado bauruense, Gui Deodato e Murilo fecharam com 15 pontos — o camisa 21 ainda pegou sete rebotes. Lucas Tischer: 14 pontos, seis rebotes. Ricardo Fischer anotou 12 e distribuiu seis assistências. Destaque para os reservas Scaglia (11 pontos) e Mathias (dez pontos e oito rebotes). Fernando Fischer marcou seis, Larry, sossegado, sete pontos e sete rebotes, e Fabian Barrios, acredite, zerou.

Vale destacar o excelente primeiro tempo de Gui e exaltar uma bolinha curta de Tischer da zona morta — têm caído todas.

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *