Larangeira faz promessas e pede trégua da imprensa ao Noroeste

A promessa de revelações bombásticas não foi cumprida. Após demorada conversa com o presidente Anis Buzalaf e os conselheiros Toninho Rodrigues e Abel Abreu, o gestor Fabiano Larangeira deu início à tão esperada coletiva em tom mais ameno do que aquele do último sábado, após derrota para Mirassol. Disse apenas que havia gente se aproveitando do Noroeste, sem citar nomes, e que chegou a ser “chantageado” para deixar o clube. E disse que só sai se a direção executiva e o Conselho quiserem.

Se não houve grandes novidades, pelo menos o gestor tirou algumas dúvidas e fez novas promessas, com datas e tudo. Disse que está contratando assessores de imprensa e jurídico HOJE (24/7) e que há um plano de marketing em andamento (além de Marcos Cafeo, a própria FL irá gerir esse assunto). E, ao fazer inusitado pedido de trégua à imprensa, disse que até sexta-feira (26/7) trará luz ao problema financeiro. A conferir.

No final, conversou reservadamente com o pessoal da Sangue, afinal, eles ficaram desapontados. Na sede, no sábado, Larangeira prometeu dar nome aos bois.

A seguir, os principais trechos da coletiva, com alguns comentários meus:

larangeira-noroeste2IRREGULARIDADES
“Teve muita gente que levou vantagem financeira do Noroeste, mesmo com o clube nessa situação. Ou por colocar jogador aqui e cobrar ou por fazer negócio com treinador, para receber por fora. Alguns foram afastados por critérios nossos, outros por essas questões.”
Nota do Canhota: como a FL desligou grande parte das comissões técnicas profissionais de base, subentende-se que Larangeira se refere a ALGUNS desses profissionais, sem generalizar nem nominar.

R$ 130 MIL
“Há algumas empresas com quem temos contrato, que vamos anunciar nos próximos dias. Mas precisamos formalizar documentação para anunciar. Para assim eu colocar o dinheiro e dizer a procedência.”

CONVERSA COM ABEL, TONINHO E ABEL
“Eu disse a eles que a parceria só não seguirá se o clube não quiser. Estou batalhando todos os dias, correndo atrás, pois ninguém investe num lugar desorganizado. Pedi que se apressassem os trâmites, pois tem muita gente batendo na porta do clube, cobrando. Não estou me negando a pagar essas pessoas, mas tem que ser de uma maneira viável, que não afete a vida do clube.”

O PAPEL DE DIRETORIA E PARCEIRA
“Você, quando deposita um dinheiro, quer saber como está sendo gasto. Eu solicitei um trâmite para essa questão financeira e, quando isso andar, as coisas vão se resolver. Mas eu tenho que ter controle, saber onde está empregado o dinheiro. Não posso colocar R$ 130 mil e o clube usar para pagar pendências judiciais. Pode ser R$ 100 mil no futebol e R$ 30 mil para as pendências, cobranças, por exemplo, mas preciso saber para onde vai.”
Nota do Canhota: essa resposta veio depois que perguntei da confusão de papéis. A princípio, a FL colocaria e dinheiro e o Noroeste cuidaria de folha de pagamento e novas receitas. Mas Larangeira vem dizendo em entrevistas que corre aqui e ali para efetuar pagamentos e trazer receita.

IMPRENSA
“Há parte da imprensa que não quer ver o bem no Noroeste. Só se bate na mesma tecla. O que vai falar quando não estiver mais devendo? Vamos abraçar uma causa, não se pode martelar o clube dessa maneira. Peço que até sexta-feira, falem somente de futebol, não toquem em questão financeira. Aí o baurense vai ver o clube de outra maneira. Tem gente da cidade querendo ajudar. Me dê dois dias de trégua e as coisas vão se solucionar.”
Nota do Canhota 10: foi muito feliz o colega Rafael Antônio durante a coletiva. Nós não somos assessoria de imprensa do Noroeste. Trazemos a verdade, nada mais do que isso. E expor os problemas ajuda a encontrar as soluções. Para provar que não existe perseguição gratuita e que estamos de lado da instituição Noroeste: já deixei de publicar coisas plantadas, exatamente porque não pareciam colaborar com o cenário, ou por serem irrelevantes (como o “dossiê FL”, que não provava nada) ou mentirosas (um suposto e-mail enviado pela presidência alvirrubra, prometendo balancetes de março e abril, que ontem certifiquei-me ser falso).

ANIS
“Vocês podem pensar que o Anis não é participativo. Mas ele está comprando a briga, está tirando dinheiro do bolso, como as diárias da concentração em Monte Azul.”
Nota do Canhota 10: consegui falar com o presidente após a coletiva. Apenas lamentou que, sem dinheiro, nada pode fazer. Que as portas têm se fechado para ele. Que o plano de sócio-torcedor está disponível na cidade, mas há poucas adesões. Está apostando suas fichas no novo plano de marketing — incluindo descontos de empresas parceiras para os sócios-torcedores.

ELENCO
“Os jogadores confiam no meu trabalho, eles correm no campo enquanto eu trabalho para resolver os problemas. Que não estiver com esse espírito e não correr, estará fora do clube.”

Resumindo, todos querem o Noroeste novamente forte. E é por isso que a imprensa é vigilante, para que o clube não seja penalizado pelas pessoas. Quem merecer elogios, certamente irá recebê-los. O mesmo vale para as críticas. Por isso, não há necessidade de trégua. A imprensa sempre esteve do lado certo, o da verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *