Categorias
Bauru Basket

Paschoalotto Bauru vence Quimsa e fecha grupo B da Liga das Américas em primeiro

Dragão ganha do Quimsa e fecha grupo B da LDA na liderança

rentranca-LDA2016Dois jogos e duas vitórias. Esse é o retrospecto do Bauru Basket sobre o Quimsa, da Argentina, na Liga das Américas. Se em 2012 o Dragão fez valer o fator casa, nesta noite de 2016 venceu no ginásio dos argentinos: 76 a 71. E levou a melhor numa noite inspirada de Ricardo Fischer, o cara que gosta de decidir. Ele não foi apenas o cestinha da partida, foi ele que assumiu a responsabilidade de marcar os pontos decisivos nos lances finais, quando a partida estava empatada.

Rafael Hettsheimeir, praticamente poupado no jogo da véspera, por um desconforto na coxa esquerda, também deu ótimo recado com um duplo-duplo. Como o nível da partida foi mais exigente, Murilo Becker, voltando depois de quatro meses, acabou por atuar pouco. O menino Wesley também deu breve contribuição. E Paulinho saiu praticamente zerado do confronto. Isto é: foram apenas seis jogadores efetivos, o que é pouco para partidas decisivas. É um ponto a ser estudado e melhorado.

É rapidinho! Clique na imagem acima
É rapidinho! Clique aqui

PRIMEIRO
Com a vitória, o Paschoalotto terminou em primeiro no grupo B da Liga das Américas. Se não é algo que decide chaveamento da próxima fase, não deixa de ser um diferencial na hora de a Fiba Americas ponderar a força dos times classificados para montar a agenda das semifinais. E mais: dá moral para o time pleitear se sede de uma etapa — se bem que, com a Prefeitura (que sempre ajuda) de cofres apertados, nem creio ser um bom momento.

Meindl celebra o partidaço de Ricardo. Foto: Marcelo Figueras/Fiba Americas
Meindl celebra o partidaço de Ricardo. Foto: Marcelo Figueras/Fiba Americas

ABRE ASPAS
“A gente já estava classificado, mas sabíamos da importância de sair em primeiro. Fizemos uma partida muito dura na casa do adversário, que é o atual campeão argentino, mas a gente teve paciência, jogamos contra tudo e contra todos, e saímos com uma grande vitória. Isso nos fortalece muito para a próxima fase e também para o NBB”, comentou o armador Ricardo Fischer, via assessoria.

“A vitória e a classificação é muito importante para fortalecer o grupo, sair invicto no grupo da morte, com equipes fortíssimas, isso dá consistência para a equipe, dá moral e faz com que a confiança aumente. O grupo é forte e se tiver focado com certeza vamos colher bons resultados”, analisou o técnico Demétrius Ferracciú.

NUMERALHA
Ligeirinho: 24 pontos, 7 rebotes, 9 assistências
Canelaimeir: 21 pontos, 13 rebotes
Brabo: 10 pontos, 5 rebotes
Roberdei: 8 pontos, 2 rebotes
Léo Monstro: 6 pontos, 6 rebotes
Jé, o Definidor: 5 pontos, 3 rebotes
Wesley, a Joia: 2 pontos, 3 rebotes

 

Foto topo: Caio Casagrande/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *