Categorias
Bauru Basket

Paschoalotto Bauru estreia com derrota no Paulista de basquete

Paschoalotto Bauru estreia no Paulista, mas não supera o Palmeiras na capital

Os dois rapazes aí em cima estrearam com a camisa do Dragão no primeiro desafio do Campeonato Paulista. Não foi como a torcida queria (vitória do Palmeiras por 74 a 69), mas a foto é muito significativa: são dois sonhos de consumo finalmente concretizados. Um deles, Jefferson William, apesar de ter começado a treinar há apenas três dias, já chegou com os dois pés no peito, digo, com duplo-duplo: 21 pontos e dez rebotes. Robert Day teve mais dificuldades e parou nos nove.

A melhor estreia da noite, entretanto, responde pelo apelido de Carioca. O jovem armador, conforme já havia deixado pistas nos amistosos da pré-temporada, é destemido e já deixou dois dígitos (11 pontos) em sua primeira partida com essa camisa de peso. Finalmente Bauru tem um armador reserva que não se resume à troca de passes no perímetro. Atrevido, ele infiltra (foto abaixo), busca a pontuação. Certamente tem muito a melhorar, na distribuição de jogo e na defesa. Mas tem personalidade e talento a lapidar, que é o que interessa.

Destaque também para oito pontos, oito rebotes e cinco (cinco!!!) tocos de Thiago Mathias, que será bastante exigido nesse Paulista, uma chance e tanto para evoluir. Igualmente fundamental no estadual será Gui Deodato, que chamou a responsabilidade com 14 pontos e três assistências.

Por outro lado, preocuparam os excessivos chutes de fora (34, com apenas nove acertos, 26%). Fruto do desentrosamento, de um quinteto que se reuniu pela primeira vez numa quadra anteontem. Comentei dia desses com um jogador que essa primeira fase vai ser osso mesmo e o negócio é beliscar uma vaga entre os quatro e passar o trator nos playoffs. Ou não. Não é segredo pra ninguém que o foco está no NBB. O Paulista é aperitivo. Dos bons, mas aperitivo.

O Paschoalotto Bauru volta à quadra no sábado, 19h, para outra pedreira: Mogi das Cruzes, na casa deles.

Fotos: Caio Casagrande/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *