Categorias
Bauru Basket

Ao vencer Limeira, Paschoalotto Bauru fecha primeiro turno no G-4

Depois do (programado) início difícil, Bauru Basket alcança a quarta posição e deve arrancar na segunda metade do Paulista

retranca-Paulista copyO Paschoalotto Bauru foi Limeira encarar o combalido Winner, megadesfalcado e apostando na molecada e teve um trabalhão. Mas venceu: 86 a 80. Melhor do que a vitória, o fato de fechar o primeiro turno do grupo A no G-4. Com duas vitórias em cinco jogos, deixou América e Limeira para trás. No segundo turno, recebe na Panela o agora líder Rio Claro (quatro vitórias) e o lanterna Limeira. E visita Franca, Osasco (segundo e terceiro) e América (quinto). Está tudo embolado e não duvide que o Dragão ainda termine essa primeira fase na liderança.

Sobre a dificuldade em bater os meninos limeirenses, a certa altura do jogo Guerrinha foi enfático: “Estamos perdendo tempo. Este jogo é preparação para os objetivos lá da frente!”, referindo-se ao Intercontinental, sobretudo. Do outro lado, o técnico Dedé fez uma avaliação interessante, ao microfone de Luiz Lanzoni (Auri Verde/Jornada Esportiva): “Esse é o preço bom que se paga por uma derrota”, referindo-se à molecada na fogueira contra os campeões da América. Uma paciência que não se viu em parte da torcida bauruense nas primeiras partidas, com os garotos.

ABRE ASPAS
Entrevistas pós-jogo ao palestrino Luiz Lanzoni.

“Num campeonato curto assim, cada vitória é muito importante. Nós nos preparamos para começar devagar, arriscamos, para dar experiência para os moleques. Agora temos que continuar vencendo”, disse Robert Day.

“Foi um bom jogo. Pecamos em alguns momentos, principalmente no começo do terceiro quarto. Mas no final, mostramos maturidade para administrar”, comentou Murilo Becker.

“O time está em preparação, focado no Mundial e na NBA. Esse é o caminho. Foi uma vitória importante”, avaliou Rafael Hettsheimeir, sempre econômico nas palavras.

NUMERALHA
Alex Garcia: 21 pontos, 8 rebotes (defensivos!), 8 assistências
Rafael Hettsheimeir: 16 pontos, 7 rebotes
Robert Day: 13 pontos, 3 rebotes
Paulinho Boracini: 11 pontos, 4 rebotes, 4 assistências
Wesley Sena: 10 pontos, 5 rebotes
Murilo Becker: 7 pontos, 5 rebotes
Carioca: 7 pontos, 3 assistências

 

Fotos: Caio Casagrande/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *