Categorias
Bauru Basket

Paschoalotto Bauru atropela Franca e cumpre missão com louvor

Após atropelar Franca, Bauru termina em segundo no grupo e pega Rio Claro nas quartas

Depois do cochilão contra Lins, na quinta-feira, o Paschoalotto Bauru viu-se obrigado a vencer Franca para garantir o segundo lugar no grupo A. E o fez com sobras, atropelando os comandados de Lula Ferreira por 88 a 67 (impressionantes 54 a 24 no primeiro tempo). Com o vice na chave, pega Rio Claro (terceiro do grupo B) nas quartas, com vantagem no mando de quadra na melhor de cinco.

Pelo jeito, a derrota para o lanterna serviu de aprendizado e foi um alerta para os guerreiros, que jogaram com muita intensidade contra os francanos — as derrotas nos dois últimos quartos foram sob controle, administrando a grande vantagem construída no primeiro tempo. Um grande sinal de maturidade desse grupo que atravessou a primeira fase de forma capenga, sem três feras no Mundial, com desfalque de Murilo em oito das dez partidas, sem Mathias em Limeira e sem Robert Day nos últimos dois jogos.

Mantive o raciocínio de que o importante era garantir classificação, que nos playoffs a conversa seria outra. No fim das contas, o segundo lugar, com desgaste de minutos para os experientes, foi um baita lucro. Mais ainda pegar nas quartas uma camisa de menos peso — o líder Limeira vai encarar São José (quarto do B) e seu Lineu de Moura lotado. Todo o respeito a Rio Claro, mas era o melhor adversário possível para um momento ainda sem Larry, Alex e Hettsheimeir, que deverão surgir, com nível Fiba fresquinho na memória, nas supostas semifinais. Aí, segurem.

TABELA DAS QUARTAS
Confirmada pela Federação nesta segunda:

11/set/qui, 20h, na Panela (jogo 1)
13/set/sáb, 18h, na Panela (jogo 2)
16/set/ter, 20h, em Rio Claro (jogo 3)18/set/qui, 20h, em Rio Claro (jogo 4, se necessário)
21/set/dom, 18h, na Panela (jogo 5, se necessário)

NUMERALHA
Apenas como registro (não estive na Panela sábado), os principais destaques no passeio sobre Franca:
Jefferson Willian: 29 pontos, 10 rebotes (oitavo duplo-duplo em dez jogos)
Gui Deodato: 19 pontos, 9 assistências (nove!!!)
Ricardo Fischer: 15 pontos (sempre em dois dígitos)
Thiago Mathias: 8 rebotes, 4 tocos (rei dos tocos!)

Foto: Henrique Costa/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *