Categorias
Bauru Basket

Balanço da 1ª fase do Paulista de basquete

Confira os melhores em cada fundamento no Campeonato Paulista

Passando rapidinho antes que comecem os playoffs para resumir os melhores de cada quesito no Paulista de basquete masculino — confesso que já publiquei isso com muito mais requinte visual, mas o tempo é ingrato e a informação é soberana.

O que é importante é destacar que o elenco bauruense conseguiu emplacar algumas peças entre os melhores. De fato, já é um time forte sem os desfalques e deu conta do recado na primeira fase, conforme opinei no último post. Destaque para o ala-pivô Jefferson William, o cara até aqui. Aos números (média por partida):

PONTOS
1º Rashaun (Santos)  24
2º Quezada (São José)  22
3º Léo Meindl (Franca)  19,9
6º Jefferson (Paschoalotto Bauru)  18,4

APROVEITAMENTO 2 pontos
1º Dedé (São José)  67,8%
2º Fiorotto (Limeira)  67,3%
3º Schneider (LSB)  67,3%
15º Mathias (Paschoalotto Bauru)  60%

APROVEITAMENTO 3 pontos
1º Elinho (Mogi)  55,5%
2º Jason Smith (Pinheiros)  55,2%
3º Fernando Fischer (Lins)  54,5%
12º Robert Day (Paschoalotto Bauru)  45,6%

APROVEITAMENTO LANCES LIVRES
1º Robert Day (Paschoalotto Bauru)  100%
2º David Jackson (Limeira)  97,5%
3º Fernando Fischer (Lins)  95,2%

REBOTES
1º Jefferson (Paschoalotto Bauru)  9,8
2º Cario Torres (São José)  8,2
3º Léo Waszkiewicz (Franca)  8,2

ASSISTÊNTICAS
1º Nezinho (Limeira)  6,7
2º Figueroa (Franca)  6,3
3º Ricardo Fischer (Paschoalotto Bauru)  6,3

ROUBOS DE BOLA
1º Holloway (Paulistano)  2,4
2º Figueroa (Franca)  2,2
3º Jefferson Campos (Pinheiros)  2
6º Gui Deodato (Paschoalotto Bauru)  1,9

TOCOS
1º Mathias (Paschoalotto Bauru)  1,8
2º Melo (Paulistano)  1,2
3º Lucas Mariano (Franca)  1,1

EFICIÊNCIA
1º Jefferson (Paschoalotto Bauru)  22,6
2º Holloway (Paulistano)  19,1
Kenny Dawkins (Paulistano)  18,6

 

Foto: Henrique Costa/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *