Categorias
Bauru Basket

Paschoalotto Bauru 2, Franca 2: derrota incontestável nas quartas do NBB

Franca marca muito, domina toda a partida e iguala a série quartas do NBB. Decisão será terça, na Panela

Depois de amargar a derrota do Noroeste, mais um baque. O Paschoalotto Bauru foi totalmente dominado pelo Franca, no Pedrocão, e perdeu a chance de fechar a série no jogo 4. Os donos da casa, impecáveis na defesa, impondo a menor produtividade do Dragão em todo o NBB 7, venceram por 78 a 67, empatando a série em 2 a 2 e exigindo a quinta partida, na Panela de Pressão, às 19h do próximo dia 5/mai, terça. Pra variar, mais um Bauru x Franca que vai para o quinto jogo, o quarto playoff no limite desde 2013, entre Paulista e NBB. Os três anteriores terminaram com trunfo bauruense. Apesar das atuações pouco convincentes nos jogos 2, 3 e 4 da série, Bauru segue favorito. Que assim seja.

Detalhe: o jogo 5 terá transmissão via web pela Liga (www.lnb.com.br), com comentários deste que vos escreve. Canhota 10 na telinha!

BOLA QUICANDO
No primeiro período (17 a 15), os donos da casa dominam o garrafão, pegando sete rebotes defensivos. Léo Meindl e Lucas Mariano dominam as ações ofensivas. Chutes de três de Alex e Day minimizam o prejuízo com chutes de três. O segundo quarto (16 a 12) tem Marcos Mata com aproveitamento perfeito, enquanto Bauru erra seus seis chutes triplos tentados. Assim, o time de Lula fecha o primeiro tempo na frente: 33 a 27.

Depois de um primeiro tempo amarrado, o terceiro quarto (25 a 23) é de muita redinha balançando e de total equilíbrio. Do lado francano, Antônio surpreende com dois arremessos certeiros de fora, devolvidos pela mira de Hettsheimeir. Léo Meindl também faz a diferença, ajudando Franca a levar oito pontos para o último período. O camisa 23 da terra do basquete segue inspirado no quarto final (20 a 17), ao lado de Lucas, para garantir a vitória que empolga o Pedrocão. Alex Garcia é eliminado com cinco faltas e cabe a Hett tentar agitar o time, em vão. A vitória por 78 a 67 inspira gritos de olé — tomara que tenham mexido com os brios dos guerreiros campeões das Américas.

ABRE ASPAS
Depoimentos ao repórter Luiz Lanzoni (Auri-Verde 760AM):

“Ele jogaram melhor do que a gente hoje”, resume Larry Taylor.

“A gente não começou da forma que a gente queria e eles impuseram o ritmo do jogo o tempo inteiro. Erramos muitas bolas no ataque e nos lances livres e depois foi difícil correr atrás. Agora vamos puxar uma energia boa, nos unir para vencer na Panela”, disse o pivô Murilo.

NUMERALHA
Hettsheimeir: 21 pontos, 5 rebotes
Murilo: 10 pontos, 2 rebotes
Alex: 9 pontos, 2 rebotes, 3 assistências
Day: 9 pontos, 2 rebotes
Gui: 6 pontos, 6 rebotes
Ricardo: 5 pontos, 5 rebotes, 8 assistências
Larry: 5 pontos, 4 rebotes
Mathias: 2 pontos, 2 rebotes

Foto: Henrique Costa/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *