Categorias
Bauru Basket

Fiba Americas confirma Bauru como sede do Final Four da Sul-Americana

Bauru leva a melhor sobre Montevidéu e Mogi das Cruzes e recebe o Final Four da Liga Sul-Americana

A decisão pode até ter sido tomada no domingo, como era a expectativa, mas o anúncio veio nesta segunda. E não poderia ser melhor: Bauru foi confirmada como a sede do Final Four da Liga Sul-Americana 2014! A cidade disputava com Montevidéu e Mogi das Cruzes. Entre os prós e contras, pesou a força de bastidores dos bauruenses junto à Abasu e à Fiba Americas. Mas também credito a três importantes fatores:

1) Pegaria mal Mogi sediar três etapas seguidas, sabendo-se da influência positiva de ser mandante e não sendo a equipe mogiana a de melhor campanha
2) O Uruguai foi a sede do Final Four de 2013 e os dirigentes do Malvín deram chilique ao serem preteridos na segunda fase, conforme li na imprensa celeste
3) Bauru, além do fator Panela cheia, tem a melhor campanha, como única equipe invicta

A escolha traz uma grande responsabilidade: aumenta ainda mais o favoritismo do Dragão. Nada que pese nos ombros dos experientes guerreiros. O primeiro título internacional do basquete bauruense nunca esteve tão próximo. Humildade, muita bola e sangue nos olhos que essa taça, que escapou em 2013, fica em Bauru.

A Panela vai ficar pequena! Por isso, repito sempre: vale a pena demais ser sócio-torcedor.

TABELA
No dia 25/nov, terça-feira, as semifinais:
Mogi x Boca Juniors
Paschoalotto Bauru x Malvín

Dia 27/nov, quinta, decisões de terceiro lugar e finalíssima!
(horários a definir)

PISO NOVO
O Final Four será disputado em novo palco. Foi instalado o piso (foto acima) que o Ministério dos Esportes cedeu a todos os times da LNB, em parceria envolvendo a Liga de Desenvolvimento.

 

Foto: Henrique Costa/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *