Categorias
Bauru Basket

A despedida de Robert Day: justa homenagem com regulamento debaixo do braço

Camisa 31 se despede do Dragão e ajuda na chegada de Roy Booker. Clique e entenda

retranca-bauru-basketDurante esta semana, depois de anunciado que o jogo contra o Pinheiros (neste sábado, 24/set, às 14h30) marcaria a despedida do ala Robert Day, surgiu o compreensível questionamento de se fazer essa homenagem justamente numa partida decisiva. Pois bem, uma pista para a resposta está no regulamento do Campeonato Paulista:

regulamengo-paulista-basquete

Atenha-se ao meu grifo vermelho: para poder inscrever o novo gringo da equipe nos playoffs, o escolta Roy Booker — reforço revelado em primeira mão pelo Canhota 10 —, seria preciso que ele substituísse outro estrangeiro que tivesse entrado em quadra. Das duas, uma: ou registrá-lo no lugar do armador argentino Stefano Pierotti ou… colocar Robert Day em quadra. O camisa 31 está inscrito no Paulista e pode colaborar nessa manobra, nem que seja por poucos minutos, pois é claro que não estará no auge de sua forma — sua última partida oficial foi a final do NBB, há mais de quatro meses.

Parêntese: Day deve ter sido inscrito no Paulista na esperança de um acerto, que nunca aconteceu. A partir do momento em que ele vendeu todos os pertences e voltou aos Estados Unidos até com os cachorros de estimação, matriculou as crianças na escola e começou a fazer treinamento para sua nova profissão, estava claro que o retorno tornara-se inviável. Por mais que fosse desejo mútuo, era difícil financeiramente para o momento do Dragão. Assim, Roberdei decidiu se aposentar das quadras e começar vida nova.

Que fique claro que essa estratégia com o regulamento debaixo do braço não deslegitima a despedida. Pelo contrário. Por mais que Stefano seja uma joia da base bauruense, retirar sua inscrição não seria traumático, afinal, pelo bem do time ele seria substituído por alguém pronto (Roy). Se decidiram assim, criaram a oportunidade de reverenciar um grande cara, para ser acolhido pela torcida em um último abraço — e, por consequência, valorizaram o jovem argentino.

Claro que, para essa troca acontecer, Bauru tem que vencer o Pinheiros para garantir vaga nos playoffs. Lembrando: a vitória classifica o time. Depois, é secar o América de Rio Preto, pois se perder para a Liga Sorocabana, o Dragão fica em sétimo.

O que Day poderá fazer em quadra será consequência da partida e Demétrius terá a sensibilidade de usá-lo muito ou pouco. Certamente, como ele mesmo avisou, não virá pra brincar e, se tiver a oportunidade, guardará seus triplos com maestria. Bastará um chuá para o torcedor guardar na retina e no coração a passagem do Especialista.

Roy está pronto para os playoffs
Falei rapidamente com o novo reforço do Dragão na tarde desta sexta. “Eu queria jogar na América do Sul. Não conhecia o time, mas já sei que é bom, um dos principais daqui. Quero ajudar a equipe a vencer, jogando forte e de forma inteligente”. Sobre sua condição de jogo, o gringo foi enfático: “Posso jogar agora mesmo, apenas tenho que superar o jet lag”, disse, referindo-se ao efeito do fuso horário.

 

Imagem: montagem sobre fotos de Luiz Pires/LNB e Reprodução

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *