Em noite monstruosa de Gui, Paschoalotto Bauru vence em São José

“Eu estava devendo, me cobrando, pois não atuei bem no último jogo”. Mas devolvou com juros, Gui. O ala do Bauru Basket foi disparado o destaque da vitória do Bauru Basket por 85 a 77 sobre São José, no ginásio Lineu de Moura. O Batman anotou 31 pontos, pegou seis rebotes e distribuiu três assistências em 33min41 em quadra. Com a vitória no confronto direto de líderes — e a derrota do Paulistano para o Pinheiros –, o Dragão se isola na ponta do Campeonato Paulista.

No primeiro tempo, as equipes se alternaram na liderança do placar. Com bolas certeiras de Ricardo e Murilo, Bauru chegou a abrir dez pontos, as os donos da casa encostaram um pouco, placar em 19 a 14. No segundo quarto, a postura mudou de lado. Bauru começou a errar as jogadas de ataque e São José conseguiu parcial suficiente (14 a 21) para ir para o vestiário na frente: 33 a 35.

Na volta do intervalo, a defesa bauruense foi perfeita e proporcionou os contra-ataques que construíram a vitória: fração de 24 a 12 e boa diferença para administrar no último quarto (57 a 47). Aí, foi só Gui usar o cinto de utilidades. Bolas de três, cravadas… Estava impossível, o menino. São José ainda ameaçou reação no minuto final, mas a obrigação de fazer faltas para segurar o cronômetro não funcionou, pois Bauru teve aproveitamento de 71% nos lances livres. Aí, foi só comemorar a importante (e inédita em estaduais, pela memória de Rafael Antonio) vitória por 85 a 77 sobre São José, na casa que já foi de Murilo — o pivô, vaiado e pressionado durante a partida, foi cercado pelos fãs no final.

Abre aspas (declarações a Chico José, repórter Jornada Esportiva/Auri-Verde)
“Foi um jogo difícil, o Murilo tinha uma descarga emocional grande por voltar a jogar aqui, isso mostra que ele é ser humano”, comentou Guerrinha, que elogiou bastante a atuação de Gui Deodato. “Veja a evolução do jogo do Guilherme, que bateu pra dentro, fez uma partida diferenciada”, comemorou.

“No intervalo, conversamos sobre a dificuldade em desenvolver o pick and roll e conseguimos reagir. O time fez o que a gente pediu. É uma vitória importantíssima para nossas pretensões”, disse o assistente técnico, Hudson Previdelo.

“Vitória importantíssima, que vai valer lá na frente. O time foi bem pra c… Conseguimos fazer uma defesa forte, puxar contra-ataques e fazer as bolas de três. É um bom começo de campeonato, mas o importante é estar em primeiro lá no final”, empolgou-se o armador Ricardo Fischer.

Números
Além do destaque, Gui Deodato (eficiência 33), Murilo anotou duplo-duplo (16 pontos, 15 rebotes), apesar do nervosismo — Chico José relatou que ele discutiu com alguém de São José (a saída do time do Vale foi tumultuada). Ricardo Fischer, outro ex-joseense, anotou 15 pontos e distribuiu três assistências. O argentino Barrios, que ainda busca seu melhor jogo, evoluiu, com dez pontos, quatro rebotes e sete assistências — a Águia estava com um time com menor estatura em ele ficou mais tempo em quadra, 25min. Assim, Andrezão (sete pontos e cinco rebotes) e Tischer (seis pontos, sete rebotes) foram mais discretos, mas não menos importantes.

Murilo fez duplo-duplo na sua ex-casa. Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket
De uniforme novo, Murilo fez duplo-duplo na sua ex-casa. Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *