Categorias
Bauru Basket

Paschoalotto Bauru perde de novo para o Paulistano, mas segue líder

Paschoalotto Bauru perde mais uma vez para o Paulistano, mas segue líder do estadual

O Paschoalotto Bauru Basket encontrou uma pedra em seu sapato. São duas derrotas no Campeonato Paulista, duas para o Paulistano. Na noite dessa quinta, na capital paulista, o clube alvirrubro venceu por 84 a 78 e consolidou-se na vice-liderança, com 11 vitórias em 15 jogos. Com a “gordura” que acumulou, o Dragão segue tranquilo na ponta da classificação, com 13 vitórias. Tranquilo por enquanto, pois serão mais três jogos difíceis fora de casa antes de voltar à Panela de Pressão.

O jogo
A partida começou amarrada, com erros dos dois lados, e ninguém conseguiu desgarrar e abrir vantagem, tanto que o placar da primeira metade do jogo foi baixo: 33 a 32 para o Paulistano — cada time dominou um quarto. Foi na volta do intervalo que que os comandados de Gustavinho construíram a vitória, principalmente com as mãos calibradas de Pedro e Holloway: parcial de 29 a 21 no terceiro período. No último, Bauru só conseguiu apertar no minuto final, mas já era tarde. Apesar de ter vencido a fração (22 a 25), não foi suficiente para evitar a segunda derrota no campeonato, por 84 a 78.

A equipe sentiu falta de um melhor revezamento. Quando os reservas não correspondem — e, pior, os titulares não pontuam com tanto volume –, fica mesmo difícil vencer. Por isso, é urgente a volta dos irmãos Fischer, para oferecer mais opções a Guerrinha.

Abre aspas*
“A postura não foi a esperada. É inaceitável, não tivemos vontade de ganhar. Temos que conversar muito, hoje não foi um dia focado”, lamentou o pivô Lucas Tischer.

“A gente sabia que essa saída de Bauru seria difícil. Se a gente tem um jogador que não vai bem, como o Gui não foi, dificulta. Mas vamos evoluir com essas derrotas. Não pode chegar nos playoffs sem sangrar. Não faltou vontade, luta, terminaram o jogo brigando. Tem muita coisa pela frente e tem que saber perder, ser humilde. O Paulistano foi melhor. E o jogo contra o Palmeiras vai ser mais difícil ainda”, comentou o técnico Guerrinha.

*Entrevistas cedidas ao repórter João Paulo Benini (Auri-Verde/Jornada Esportiva)

Números
Lucas Tischer foi o cestinha bauruense: 18 pontos. Larry fez 12 e distribuiu oito assistências. Gui Deodato, pelas bolas de três no finalzinho da partida, que mantiveram Bauru no jogo, anotou 11. E Murilo Becker, apesar de noite menos inspirada, quase fez duplo-duplo (dez pontos e nove rebotes).

Abaixo, mais dois cliques da partida, de Caio Casagrande (Bauru Basket)

Caio Casagrande/Bauru Basket

Caio Casagrande/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *