Categorias
FIB Futsal

FIB perde de novo em casa

Futsal da FIB não conteve São José no Duduzão e estaciona com dois pontos na Copa Federação

Uma campanha que começou animadora, com dois empates fora de casa, tornou-se problemática exatamente quando a FIB/Semel/Bauru começou a jogar em seus domínios. Depois de perder para a AABB, o algoz da vez foi São José, que bateu o time bauruense por 4 a 2. Com isso, despencou para o 14º (e antepenúltimo) lugar e corre o risco de ficar fora até mesmo da repescagem. A reação não pode demorar mais nenhuma partida. O próximo desafio será também no ginásio Duduzão, dia 1 de outubro, às 20h, contra Indaiatuba.

O jogo
Durante o primeiro tempo, a FIB pouco incomodou o gol adversário, tendo São José maior volume de jogo — tanto que terminou o período na frente: após erro de saída de de bola, a FIB cedeu escanteio; na cobrança, Rafa recebeu e chutou cruzado, fazendo 1 a 0 aos 6min30.

Os visitantes já começaram o segundo tempo na rede. Aos 55 segundos, Chico Paulista fez belo gol ao roubar a bola e chutar no ângulo de Lucas — durante a transmissão do Jornada Esportiva, Rafael Antonio ponderou que o joseense fez falta em Léo Mendes.

Depois, a Laranja Mecânica começou a pressionar, tentando com Cleitinho em chute mascado, depois em frenético bate-rebate desperdiçado por Willian. Finalmente, conseguiu diminuir, com Murilo, aos 5min10: ele recebeu bola rolada em cobrança de falta e completou forte, sem chances para o goleiro.

No melhor momento na partida, o empate veio aos 12min50! Em outra jogada ensaiada, foi a vez de o artilheiro Willian fuzilar. Uma pena que, quarenta segundos depois, Chico Paulista aproveitou cochilo da defesa laranja e, livre, pegou rebote e mandou pra rede. E no desespero dos bauruenses com goleiro-linha, São José fechou o caixão com Vandinho, aos 16min.

A derrota iminente causou descontrole a ponto de Murilo ser expulso a menos de um minuto do término da partida — Cleitinho já havia recebido o vermelho no início da etapa final. As expulsões prejudicam a equipe ao se tornarem desfalque automáticos contra Indaiatuba.

Abre aspas
“No momento em que a gente achava que a equipe ia crescer, tomamos o terceiro gol e houve o baque. E a arbitragem atrapalhou, sempre vêm certos indivíduos que expulsam nossos jogadores… Agora, são três jogos cruciais para três vitórias e buscar a classificação. Um empate daqui pra frente já vai atrapalhar muito”, lamentou o técnico bauruense Elton Carvalho ao microfone de Rafael Antonio.

(Importante mencionar o crescimento de Fernando Moratelli nas narrações de futsal do Jornada)

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *