Categorias
Bauru Basket

Com Gui inspirado e defesa forte, Bauru bate Pinheiros em São Paulo

Gui marca 30 pontos e Bauru consegue conter o ataque do vice-líder do NBB

Aí sim. Vitória empolgante, pra dar moral, do tamanho do que esse time é capaz. O Paschoalotto Bauru venceu o Pinheiros (vice-líder do NBB6 e que vinha de quatro vitórias seguidas), fora de casa, por 81 a 73. Assim, o Dragão segue perseguindo firmemente o G-8. Com 11 vitórias em 22 jogos, finalmente alcança os 50% de aproveitamento e encosta no Basquete Cearense (oitavo), com mesma campanha, mas atrás nos critérios de desempate. Numa noite inspiradíssima de Gui Deodato (30 pontos, 77% nos arremessos, eficiência 27) e com a defesa forte — brecando um time que marca em média 84 pontos –, o triunfo relembra os adversários e reanima a torcida sobre o verdadeiro patamar do campeão paulista, que em condições normais de temperatura e pressão estaria lutando pelo G-4.

Depois de cumprir a missão de trazer três vitórias seguidas longe de Bauru, os guerreiros voltam à Panela com moral para encarar São José, no sábado (15/fev), às 17h, com transmissão do Sportv. Se continuarem jogando como hoje, superam minha previsão de seis vitórias nos últimos 11 jogos. Tomara.

O JOGO
1Q: 21 x 21
Boa presença de Mathias no garrafão, pontuando, mas que ao mesmo tempo ficou pendurado com três faltas.
2Q: 18 x 14
Apesar de pegar apenas um rebote no período, Bauru foi eficiente no ataque (sobretudo com Ricardo, Gui e Murilo) e foi para o intervalo com vantagem, 39 a 35.
3Q: 18 x 25
Pinheiros reagiu, converteu as quatro bolas de três que tentou e entrou para o quarto decisivo na frente. As três enterrradas de Gui mantiveram o time no páreo.
4Q: 24 a 13
Ricardo (3 assistências), Larry (defendendo muito), Barrios (duas bolas de fora!) e Gui (finalizando o show com 14 pontos na parcial) ficaram os dez minutos em quadra para sacramentar a vitória, enquanto Murilo e Tischer revezaram na briga com Morro e Rafael Mineiro no garrafão.

NÚMEROS
Gui Deodato: 30 pontos
Ricardo Fischer: 11 pontos, 6 assistências
Fabian Barrios: 11 pontos, 3 rebotes
Larry Taylor: 9 pontos, 8 rebotes, 5 assistências

ABRE ASPAS*
“Bauru conseguiu parar nosso ataque. Nosso time não esperava uma defesa tão forte. Mereceram a vitória”, reconheceu o pivô pinheirense Rafael Mineiro.

“Como disse o Hudson, estamos de volta na competição. A gente vem subindo, melhorando. Sem dúvida foi a melhor apresentação do time, que foi obediente nas variações táticas e convertendo em pontos. Uma vitória maiúscula, que dá moral para o time”, comemorou o técnico Jorge Guerra.

*Declarações a Chico José e Rafael Antonio (Jornada Esportiva/Auri-Verde)

Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *