Categorias
Noroeste

Noroeste x Ferroviária: jovem goleiro estreia em rede nacional

Nada como estar no lugar certo, na hora certa. É o que deve estar pensando o jovem goleiro Léo, 19 anos. Com os problemas físicos de Yuri e a recente fratura de Nicolas, o substituto natural seria Welliquem, titular do sub-20. Entretando, os garotos vivem momento decisivo no Paulista sub-20 (estreiam nas quartas) e precisam contar com seu goleiro em ritmo de jogo. Nessa, Léo, que vinha ficando na reserva de Nicolas, recebeu uma oportunidade gigantesca, que caiu no colo. Será titular no time principal contra a Ferroviária, em jogo importantíssimo da segunda fase da Copa Paulista, e ao vivo em rede nacional, na Rede Vida.

Até fui checar se experiente goleiro André Luis, emprestado ao Santo André, teria condições de jogo, pois o Ramalhão, para onde foi emprestado, já foi desclassificado na Série C. Mas as inscrições para a Copa Paulista se encerraram no início de setembro… Então, Léo, como bem escreveu o colega Gustavo Longo: vai que é sua!

Uma coisa me preocupa menos do que o jovem goleiro: entre os jogadores relacionados* para esse jogo decisivo, não há nenhum homem de área. A dupla de ataque será formada por Da Silva e Renam, sinônimo de jogadas pelos lados do campo e algum congestionamento na intermediária. A não ser que o técnico Jorge Saran oriente Da Sila, que é alto e bom finalizador, a ficar dentro da área. Apesar do momento decisivo do sub-20, acho que Mariano deveria ser relacionado.

* Quem viajou para Araraquara (19 atletas, um ficará de fora):
– Léo e Leandro (goleiros)
– Mizael e Gustavo (laterais)
– Bruno Lopes, Marcelinho e Cris (zagueiros)
– França, Tiago Ulisses e Leonardo (volantes)
– Juninho, Altair, Betinho, Felipe Barreto e Lucas (meias)
– Da Silva e Renam (meia-atacantes)
– Daniel Grando e Vitor Hugo (atacantes)

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *