Categorias
Noroeste

Noroeste perde na Copinha de novo. Que a eliminação seja aprendizado!

Norusquinha perde para o Santo André. Confira a opinião do Canhota

Na noite desta segunda, o Noroeste sofreu sua segunda derrota na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Desta vez, para o Santo André (2 a 0), que havia sido goleado pelo Flamengo. O resultado elimina qualquer possibilidade de classificação do Alvirrubro e, teoricamente, aponta o time bauruense como o mais fraco do grupo, correndo sério risco de ser goleado pelo Flamengo na última rodada (quinta, 9/jan, às 16h). Ou, como o futebol gosta de boas e surpreendentes histórias, quem sabe a torcida noroestina não empurra a garotada a um resultado histórico? — um empate já seria surpreendente.

Flamengo, aliás, que apenas empatou com o Aquidauanense (1 a 1), o que mostrou que o time do Mato Grosso do Sul está mais para zebra do que baba.

Ao contrário da partida de estreia, desta vez o Norusca foi menos efetivo no ataque, mas voltou a desperdiçar chances nas poucas vezes em que avançou. Aguiar brigou bastante no ataque, enquanto a defesa voltou a mostrar inexperiência. E foi uma pena o menino Douglas voltar a sentir contusão e, provavelmente, ficar de fora do jogo de maior vitrine, contra o Flamengo — ou será que isso é bom sinal, para o canhotinho não ir embora agora e ajudar o Noroeste na Série A-3?

Ao final da partida, houve quem vaiou e é normal, até por haver muita gente, com entrada gratuita, que caiu de para-quedas para ver o time da cidade ganhar — sem, no entanto, conhecer sua realidade. Enfim, corneta é do futebol. Mas é sempre bom ponderar que a preparação não foi a ideal (diante das dificuldades impostas pela gestão anterior), a média de idade do time é baixa. Pode cobrar também? Claro que pode. Mas é melhor gastar esse cartucho cobrando empenho para as próximas competições, sempre pensando na melhor formação, no trabalho de fundamentos e visando o aproveitamento no profissional — a médio prazo, pois poucos desses meninos jogarão a Série A-3, que começa em menos de um mês. Seria uma fogueira danada.

E, principalmente, aprender bastante com essa Copinha. Entender o nível de disputa dela e treinar muito para chegar nesse patamar.

O Noroeste perdeu jogando com Guilherme; Léo, Kevin, Andreone e Rafael Silva; Igor (Diego), Bruno, Douglas (Júlio César) e Caetano (Rodrigo); Juninho e Aguiar.

Abre aspas*
“A gente ataca, tem mais posse de bola, mas a bola não entra. Futebol é muito ingrato às vezes”, lamentou o atacante Juninho.

“A gente pecou nas finalizações. E os gols que tomamos, não poderíamos tomar. Agora é tentar jogar bem contra o Flamengo, de cabeça erguida”, disse o centroavante Aguiar.

* Declarações ao repórter Jota Martins (87FM/Jornada Esportiva)

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *