Categorias
FIB Futsal

FIB treina em escola e promove futsal com estudantes

Um dia depois de jogar pela Copa TV Tem, Associação Atlética FIB visita colégio

retranca-FIBApenas um dia após sofrer sua primeira derrota na Copa TV Tem (6 a 3, para Jaú, no jogo de ida da semifinal — detalhes aqui), o elenco da Associação Atlética FIB poderia estar de cabeça inchada ou mesmo em merecida folga, mas foi interagir com a molecada e promover o futsal.

Jogadores, comissão técnica e diretores visitaram o tradicional Colégio Batista, que em 2016 completa 30 anos. Os estudantes assistiram a um treinamento da equipe, que ainda fez um “amistoso” contra uma seleção da escola — com arquibancada cheia de colegas/torcedores.

“Não há palavras para descrever a emoção dos alunos em poder fazer parte, nem que seja por um instante, da rotina dos atletas”, celebrou o coordenador da A.A. FIB, Luís Faustini, o Garrincha. “Acreditamos que o futsal pode ser um grande instrumento de transformação social e, diariamente, colocamos isso em prática”, acrescentou o dirigente.

Imagino quantos olhinhos ainda poderão brilhar, Bauru adentro, se a equipe se dispuser a visitar mais e mais escolas. Bela iniciativa.

Quarta-feira animada e de muito esporte na escola. Fotos: Divulgacão A.A. FIB
Quarta-feira animada e de muito esporte na escola. Fotos: Divulgacão A.A. FIB

JOGO DE VOLTA
A FIB deverá enfrentar Jaú, no confronto de volta da semifinal da Copa TV Tem, no próximo dia 29/abr/sex, no ginásio Duduzão, às 21h. Precisa vencer para levar à disputa de pênaltis. É a oitava semifinal consecutiva da Laranja Mecânica na competição, que venceu em 2014. Jaú ganhou em 2013 e foi vice ano passado.

 

canhota-zapzap-perfilQuer ser avisado(a) quando houver texto novo no CANHOTA 10? Basta salvar o número +55 14 98109.6388 na agenda do seu celular e enviar um recado via WhatsApp solicitando a inclusão na nossa lista. É rápido!

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *