Categorias
Bauru Basket

Liga das Américas, Final Four: “Estou concentrado e confiante”, avisa Ricardo Fischer

Maestro do Paschoalotto Bauru, Ricardo Fischer está preparado para fazer a diferença no Final Four da #LDA2016

rentranca-LDA2016Está chegando a hora, moçada. Na próxima sexta, 11/mar, às 18h45, Paschoalotto Bauru e Flamengo duelam por uma vaga na decisão da Liga das Américas 2016 — na outra semi, Guaros da Venezuela, anfitrião do Final Four, contra Mogi. A partir de hoje, o Canhota 10 traz conteúdos especiais para entrar no clima de decisão da #LDA2016. Neste primeiro texto, uma breve entrevista com o armado Ricardo Fischer, o Maestro, líder de assistências do campeonato, com 7,7 por jogo.

É rapidinho! Clique aqui
É rapidinho! Clique aqui

Vivendo um momento desfavorável na temporada, acumulando cansaço, contusões e desconfiança (por derrotas recentes que não estavam nos planos), o Dragão tem talento, currículo e garra suficientes para superar as dificuldades e trazer o bicampeonato para a Sem Limites. E essa conquista depende especialmente da inspiração do regente do time, o Ligeirinho. Ok, o Paschoalotto Bauru tem Alex Garcia, o Capitão América, que acumula os principais recordes individuais da história da Liga das Américas. Será fundamental também. Mas é o camisa 5 quem tem assumido a responsabilidade de decidir quando o cronômetro pressiona — e não é de hoje. Fala, tio do Enrico:

MOMENTO DO TIME
“A gente sabe de todas as dificuldades nesse caminho, algumas lesões… Mas estamos indo confiantes. Nosso time é forte, a gente sabe muito bem como é o adversário. Se nosso time executar bem todos os detalhes e for firme, acho que vamos conseguir a vitória lá.”

Na hora do 'vamos ver', ele bate pra dentro. Fotos: Caio Casagrande/13 Comunicação
Na hora do ‘vamos ver’, ele bate pra dentro. Fotos: Caio Casagrande/13 Comunicação

CONCENTRAÇÃO TOTAL
“Da minha cabeça está saindo fumaça, pensando no que preciso trabalhar contra eles [Flamengo], que tipo de defesa vão fazer; e a partir do que fizerem, o que eu preciso fazer. Porque preciso conduzir meu time, que mais do que nunca vai precisar de mim, de estar concentrado e fazer meus colegas jogarem. Estou bem focado esta semana, concentrado e confiante.”

DISPUTA EM QUADRA NEUTRA
“Claro que não ia ser bom jogar no Rio de Janeiro, pois a torcida do Flamengo ia lotar. Os dois times têm fatores negativos de viagem longa, dizem que a comida lá é diferente da nossa… Alguns obstáculos para nós e para eles. Quadra neutra num jogo desse é favorável, não tem fatores externos. Assim, quem executar melhor os detalhes vai vencer.”

O FATO DE OS ADVERSÁRIOS TEREM EVITADO/TEMIDO BAURU
“É bom, nos dá confiança. Mas chegando lá temos que esquecer. É cinco contra cinco na quadra, não tem melhor ou pior. No basquete, não é assim que funciona. Mas é uma confiança a mais porque a gente sabe que é respeitado nas Américas, que há uma motivação a mais dos adversários contra nós, porque buscamos o bicampeonato e querem tirar nosso título.”

Aproveitei pra repercutir com Ricardo a partidaça que seu colega de Seleção, Marcelinho Huertas, fez na vitória do Lakers sobre o Golden State Warriors, no último dia 6. “Quem poderia duvidar do potencial do Huertas? Ele estava jogando pouco, com uma certa desconfiança do técnico, mas ele mostrou todo o potencial que tem. É um gênio, um fenômeno. Ele marcou o Curry muito bem, atacou e fez o time jogar. Mostrou pra todo mundo aquele antigo Huertas do Barcelona e da Seleção. É um cara de quem gosto muito, admiro e torço por ele. O Brasil vai estar vem servido na Olimpíada”, celebrou o Ligeirinho, que espera estar com o armador do Lakers no Rio 2016.

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *