Categorias
Bauru Basket

Paschoalotto Bauru finaliza primeira fase por ritmo nos playoffs

Paschoalotto Bauru encara Brasília e Goiânia para chegar bem nos playoffs — fazer contas fica em segundo plano

Alcançar posto acima do oitavo lugar já não depende somente das forças do Paschoalotto Bauru. Sendo assim, cabe aos guerreiros fazerem sua parte e secar os adversários — especificamente Uberlândia e São José. Mesmo que uma melhor colocação não venha, as duas últimas partidas da fase de classificação (27/mar, Brasília; 29/mar, Goiânia) serão muito úteis para determinar o ritmo — e o ânimo — que o Dragão entrará nos playoffs.

E nada melhor do que dois bons adversários. Brasília, que dispensa apresentações, vai lutar até o fim pela segunda posição — apesar de estar mais para o Paulistano. O histórico recente na Panela, pela fase regular do NBB, é de uma vitória maiúscula dos bauruenses no NBB4 e uma derrota na temporada passada. Independentemente do resultado, vai elevar o nível de competitividade dos comandados de Guerrinha, que vêm em evolução — apesar da recente derrota para Franca.

Contra Goiânia, o favoritismo é claro, mas não deve ser um jogo baba. No Centro-Oeste, a vitória de Bauru foi apertada (87 a 83). E pesa o fato de os goianos ainda lutarem contra o rebaixamento.

Com o time completo, Guerrinha terá oportunidade de explorar o revezamento e sentir com quem poderá mais contar nos momentos decisivos. Portanto, a tônica é essa: jogar seu melhor basquete e deixar que os resultados alheios determinem a caminha do Dragão nos playoffs.

Resumindo — chances de todos, em boa análise do colega João Paulo Benini, podem ser lidas no Papo com o Papa –, a situação de Bauru é a seguinte:

Chance do sexto lugar: ganhar seus dois jogos, Uberlândia perder seus três jogos e São José perder dois.
Chance do sétimo: ganhar um e São José perder três ou ganhar dois e São José perder dois.
Chance do oitavo: basta ganhar um jogo; caso perca os dois, Basquete Cearense, Franca e Palmeiras terão que perder um de seus respectivos dois jogos.

Ficando em sexto, são vários possíveis adversários (Cearense, Franca, Palmeiras, Mogi, Macaé ou Minas); passando, pegaria provavelmente Brasília nas quartas.
Ficando em sétimo, oitavas contra Cearense, Franca ou Palmeiras; quase certo que Paulistano nas quartas.
Ficando em oitavo, primeiro playoff contra Cearense, Franca ou Palmeiras; avançando, Flamengo nas quartas!

Quer saber? O negócio é curtir os jogos na Panela, torcer por boas partidas dos guerreiros e encarar quem vier.

Cravada de Léo Eltink. Foto de Caio Casagrande/Bauru Basket
Cravada de Léo Eltink. Foto de Caio Casagrande/Bauru Basket

SUB-19 vence mais uma
Em sua segunda partida no Paulista sub-19, o Paschoalotto Bauru venceu mais uma: 84 a 75 sobre Piracicaba. “Fizemos um primeiro tempo muito bom e abrimos boa vantagem, mas deixamos o ritmo cair muito na parte final. Piracicaba teve mérito pela reação que tiveram, principalmente nos batendo no jogo um contra um. Importante por conquistarmos mais uma vitória e continuarmos bem no campeonato”, disse o técnico André Germano, via assessoria. Wesley Sena (23 pontos, 12 rebotes) e Lucas Vezaro (18 pontos, seis rebotes) foram os destaques.

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *