Categorias
Bauru Basket

Bauru 0, Mogi 2: vem, Real Madrid

Paschoalotto Bauru perde a segunda para Mogi no Paulista e agora vai direto pra São Paulo, onde tem Mundial a partir de sexta

retranca-Paulista copyPronto, que venha o Real Madrid. Antes, mais uma derrota (80 a 79) para Mogi, que abre vantagem na série quartas de final do Paulista. Mas o Paschoalotto Bauru tirou desses dois confrontos o que era mais importante: calos. Duas partidas pegadas, nervos à flor da pele e mais erros para avaliar, digerir, evitar.

O desempenho, não só pelo que o placar sugere, mas pelo galope da pontuação, parece ter sido melhor. Só quem viu in loco para garantir — quem foi ao jogo comente aí! O fato é que Léo Meindl se soltou, fez números expressivos. Hettsheimeir foi de novo o cestinha do time e Ricardo foi consistente.

A lamentar, a exemplo de ontem Paulinho Boracini perdeu a (pen)última bola e nem sua cesta do meio do quadra no estouro do cronômetro o redimiu. Isto não é apontar o dedo num culpado, só erra quem tenta, mas um alerta para a decisão de colocar a responsabilidade, justamente na hora H, nas mãos de um jogador que ainda procura o melhor entrosamento e que tem acumulado violações. A lamentar também, a falta técnica de Alex Garcia após ser eliminado com a quinta falta. Seu temperamento foi mais forte que sua experiência…

De fato, agora é hora de esfriar a cabeça. Os bastidores do Dragão estão movimentadíssimos justamente nesse momento de decisão, que é a coroação de um trabalho que renasceu há oito anos. Que, convenhamos, pouco importa ganhar ou perder. É uma história que há alguns anos ninguém acreditaria, iria se beliscar. Intercontinental? NBA? Que curtam esse momento, que se divirtam a partir do dia 25 até o passeio nos Estados Unidos. Porque, depois, há muito pepino a ser descascado.

ABRE ASPAS
“Queria pedir desculpas para os meus companheiros e para a torcida pelo erro de ontem. Para um jogador que conduz o time, isso não pode acontecer. Pena que não saímos com a vitória hoje. Vamos acertar alguns detalhes, estamos indo para São Paulo para nos preparar e ficar cada vez melhores. Dizem que só pensamos no Mundial, mas a gente fez de tudo para ganhar os dois jogos, queremos ganhar o Paulista. Agora sim é ir com a cabeça no Mundial”, comentou o armador Ricardo Fischer, ao repórter Chico José (Auri Verde 760AM/Jornada Esportiva)

NUMERALHA
Rafael Hettsheimeir: 20 pontos, 7 rebotes
Ricardo Fischer: 16 pontos, 4 rebotes, 5 assistências
Léo Meindl: 15 pontos, 8 rebotes e 3 assistências
Alex Garcia: 11 pontos, 4 rebotes

 

Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *