Categorias
Bauru Basket

Liga das Américas, Diário do Larry (2): treino forte, game e caldo com arroz

Larry conta como foi a terça-feira do Paschoalotto Bauru, perto de estrear no grupo D da Liga das Américas

(Alienígena, direto de Tunja, Colômbia) A passagem do Paschoalotto Bauru Basket  pela Colômbia, para disputar o grupo D da Liga das Américas, já vai ganhando uma rotina boa. Entre treinos já puxados, à medida em que vão se adaptando à altitude, os guerreiros driblam o tempo no videogame ou com sessões de cinema, como conta nosso “correspondente”, o ídolo de outro mundo. Dia 2, por Larry Taylor:

“O dia hoje começou com um treino mais pesado. Foram 30 minutos de coletivo, mas gostei do resultado, não senti tanto o cansaço que senti no primeiro dia. Mas aproveitei bastante meu PS 4. Trouxe o videogame para matar umas horinhas e hoje o dia foi de duelos. O pessoal gosta de jogar, mas no Fifa sou o melhor. Como eu sempre ganho, nunca passo o controle. Estou brincando, gosto da movimentação no meu quarto, a gente fica conversando, dando risada, isso faz bem para o clima do time. Combinamos de assistir um filme depois do treino. A comida aqui também está muito boa, eles servem caldo em todas as refeições por causa do frio e incrementei o caldo com arroz, ficou muito bom.”

 

Fotos: Henrique Costa/Bauru Basket, incluindo as abaixo, de bastidores da viagem, que o assessor de imprensa da equipe está contando no site oficial. Leia clicando aqui.

Após problema no veículo que levava elenco, a turma pegou um busão
Após problema no veículo que levava elenco, a turma pegou um busão
Guerrinha recorreu à máscara de oxigênio para combater efeito da altitude
Guerrinha recorreu à máscara de oxigênio para combater efeito da altitude

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *