Categorias
Bauru Basket

Invicto em jogos decisivos na Panela, Paschoalotto Bauru encara o Flamengo

Paschoalotto Bauru, que pega o Flamengo no jogo 3 da série, ainda não perdeu jogos decisivos, em casa, nesta temporada

Ingressos esgotados, expectativa de confirmar o mando de quadra. Com duas vitórias, o Paschoalotto Bauru estará na semi. Mesmo sendo contra o Flamengo, atual campeão das Américas e do Brasil, a torcida tem motivos para confiar. Afinal, em jogos decisivos na Panela de Pressão, nesta temporada, os guerreiros estão invictos.

Entenda por jogos decisivos as partidas de playoffs do Campeonato Paulista e os jogos que o Dragão sediou na Liga Sul-Americana 2013. No total, 12 confrontos vencidos. 100% de aproveitamento.

Na Liga Sul-Americana, vitórias sobre Concepción-CHI, Caquetios-VEN e Defensor-URU, na primeira fase; e sobre Boca Juniors e São José, na segunda, que valeu vaga no Final Four.

Pelo Campeonato Paulista, triunfos sobre o Palmeiras (jogo 1 e jogo 2 na Caverna do Dragão e arremate da vaga em São Paulo), Franca nas semifinais (por emocionantes 3 a 2, vitórias em casa aqui, aqui e aqui) e Paulistano na decisão (triunfo no jogo 1 e no jogo 2 e varrida na capital).

Todo esse repertório mostra a maturidade do time jogando em casa, usufruindo da adaptação à quadra e do apoio da torcida. A favor do Flamengo, é verdade, consta a vitória na Sem Limites na fase de classificação — apertado, por dois pontos de diferença, e arbitragem contestada.

Para esta tarde de sábado, ou Bauru reafirma sua invencibilade na temporada, em jogos-chave, ou o Flamengo faz valer sua superiodade. Jogão, certamente.

Para quem não conseguiu ingresso, a partida será transmitida ao vivo por um dos canais fechados Sportv. Ou pela rádio Auri-Verde ou pela webrádio Jornada Esportiva.

O CANHOTA 10 acompanha, direto da Panela, com post na fan page, para quem quiser comentar, e também via twitter.

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *