Categorias
Bauru Basket

Temido, Paschoalotto Bauru vai pegar o Flamengo na semifinal da Liga das Américas

Flamengo termina em 1º do grupo F e encara Bauru no Final Four da LDA

rentranca-LDA2016Foi bem curioso o desfecho do grupo F da Liga das Américas 2016, disputado em Barquisimetro, na Venezuela. Os donos da casa, Guaros, tinham que vencer o Flamengo na derradeira partida para garantirem vaga no Final Four. Já o Rubro-negro, se perdesse de 24 ou mais pontos de diferença, estaria fora, deixando lugar para Brasília. E houve esse risco: durante o terceiro período, a diferença chegou a 25! O time FlaBasquete, entretanto, foi avassalador no último período e quase chegou à vitória.

Mas havia outra conta a se fazer. Se perdesse por sete pontos ou menos de diferença, o Flamengo seria o líder do grupo, pegando o segundo do grupo E na semifinal: o Paschoalotto Bauru. Nos segundos finais da partida, a distância era de exatamente sete pontos e Marquinhos fez uma falta besta em Wilkins. Mas o técnico Néstor Che García já havia falado ao pé do ouvido do norte-americano sobre a tal diferença — e ele errou, DE PROPÓSITO, os dois lances livres, para não encarar o Dragão! Restou ao Flamengo não aumentar o constrangimento e fazer a cesta derradeira.

É rapidinho! Clique aqui
É rapidinho! Clique aqui

Ao final da partida, o Che foi cumprimentar o ala Marquinhos, que o deixou no vácuo e questionou a atitude. Curiosamente, o vídeo oficial de entrevistas pós-jogo omite a declaração do seo Madruga quando perguntado sobre não pegar Bauru na decisão (aos 5:39 um corte abrupto para JB Batista).

Sendo assim, as semifinais se definiram:

Mogi (1º do grupo E) x Guaros (2º do grupo F)

Flamengo (1º do grupo F) x Bauru (2º do grupo E)

Os venezuelanos que se cuidem, afinal, Mogi já vai com sangue nos olhos por ser julgado “fraco”, apesar de ter vencido Bauru duas vezes nos últimos dias. Se o Final Four for no Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes, serão atropelados, pode escrever. Entretanto, são grandes as chances de receberem a decisão do evento, pois os cofres públicos bolivarianos estão na retaguarda. Bauru não tem chance nenhuma e o Flamengo corre por fora com um grande trunfo: o Rio de Janeiro e o Comitê Olímpico Brasileiro usarem a Liga das Américas como evento-teste dos Jogos Olímpicos.

Foto: João Pires/LNB

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *