Após entidade ignorar jogos da NBA, Rodrigo Paschoalotto dispara: “A Federação é covarde”

Era bola cantada. O técnico Guerrinha comentou comigo algumas vezes sobre a previsível indisposição da Federação Paulista de Basquete (FPB) com a agenda de jogos internacionais do Paschoalotto Bauru. Não deu outra… A entidade marcou os jogos 3 e 4 da série quartas de final contra Mogi para os dias 3 e 4 de outubro próximos — no sábado, 3, o Dragão embarca para os Estados Unidos para amistosos contra New York Knicks e Washington Wizards, tornando-se o segundo time brasileiro na história a disputar partidas de pré-temporada da NBA em solo norte-americano. E o primeiro time paulista!!! Nada disso comoveu a Federação…

Em resposta, a Associação Bauru Basketball Team publicou uma veemente carta de repúdio, na qual solicita bom senso e remarcação após o dia 15/out, quando o time volta dos EUA.

Se a FPB não recuar, o caminho será o WO (quando a equipe é derrotada por não comparecer ao jogo), porque não é possível escalar nem a base, já que o regulamento do estadual limita a quantidade de garotos inscritos.

O Canhota 10 falou com Rodrigo Paschoalotto, presidente da patrocinadora máster do Dragão, que está indignado com a situação e também mandou um recado pra lá de categórico, incluindo decepção com o time de Mogi.

rodrigo-paschoalotto-1“Acho a atitude da Federação covarde. Ela não ajuda em nada, somente prejudica o basquete, falta profissionalismo e verdade. E estou decepcionado com Mogi, que deveria nos apoiar. Se fossem eles indo para a NBA, o que fariam? Estão achando melhor nos eliminar desta forma do que dentro de quadra? Se for pra ganhar assim, prefiro não ganhar. Fora que não liberaram o Larry para o Mundial e o técnico Paco Garcia passou informações para o Real Madrid. Este senhor deveria trabalhar na Espanha e não aqui no Brasil! Além disso, pedimos para marcar os jogos 1 e 2 para sábado e domingo [18 e 19/set], mas a Federação não marcou porque o Paco foi participar de um curso [ele estava em um simpósio na França]. Pode isso? E para nós que vamos pra NBA? Não pode mudar?”

O histórico de indisposições da FPB com os times é imenso. Esta seria apenas mais uma. Que sejam humildes ou voltem atrás. Do contrário, o WO é mais do que apoiado. A conferir.

Atualizado: esta declaração de Rodrigo ao C10 motivou um posicionamento do Mogi Basquete, que pode ser lido aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *