Categorias
Bauru Basket

Abre aspas: Bauru 85 x 44 Suzano

Na crônica do jogo, foi inevitável brincar com as palavras depois de tantos espetinhos… Mas que fique claro que Bauru não menosprezou Suzano. A seguir, as impressões de Pilar, Guerrinha e do técnico de Suzano, Cadum.

Pilar
“A gente tornou o jogo fácil. Estamos entrando em quadra pra jogar contra qualquer time, reformulando nosso jeito de jogar. A equipe está mais unida, fazendo bons jogos. Não importa o adversário, estamos jogando forte, de forma coletiva e com intensidade para fazer que nosso esquema funcionar.”

Guerrinha
“Construímos um jogo legal. O importante não é a diferença. É como o time vem jogando. Eles estão sentindo prazer em passar a bola um para o outro. Estão se identificando na defesa. Resgataram valores que tinham perdido no início da temporada, por vários motivos. Trabalhamos muito o lado da consciência, da união e conseguimos reverter esse quadro. O time está com uma energia diferente, independentemente do placar e do adversário. Levamos a sério o jogo e construímos o placar, por mais que haja uma ou outra desconcentração.”

Cadum, técnico de Suzano
“Estamos com plano a curto prazo. Peço para o time aproveitar o momento da melhor maneira possível. Entramos num campeonato fortíssimo com pouca experiência. Temos jogadores que nunca tinham jogado nesse nível. Estou otimista porque ganhamos ao enfrentar adversários fortes como Bauru. Isso nos proporciona evoluir e ganhar de times que estão no mesmo nível que o nosso. E tentar jogar de igual pra igual contra os fortes. Contra Bauru não foi possível, mas contra Brasília só decidiram no último quarto.”

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *