Categorias
Bauru Basket

Gocil Bauru Basket e o desafio de jogar sem Alex Garcia e Léo Meindl, contundidos

Canhota analisa as ausências de Alex e Meindl, contundidos

retranca-bauru-basketEles saíram durante a partida contra o Paulistano, foram direto para o gelo, mas nenhuma cautela poderia evitar o que foi confirmado nesta quinta: Alex Garcia e Léo Meindl vão ficar fora por um bom tempo. O capitão teve uma ruptura ligamentar no dorso do pé direito. Já o camisa 23 sofreu uma entorse no tornozelo direito, também com ruptura de ligamentos. Meindl volta primeiro, em quatro semanas — deve perder de cinco a seis partidas, voltando até a nona rodada. Já o Brabo, só em 2017, após seis semanas de recuperação — pelas contas, voltaria na 12ª rodada, contra Franca, dia 7/jan.

Justamente na temporada em que o Dragão se mostra mais dependente de Alex. O camisa 10 chamou a responsabilidade nas finais do Paulista, contra Mogi, e na estreia deste NBB, contra o Flamengo, anotou 30 pontos. No estadual, alías, ele pontuou acima de sua média história. E Léo Meindl vê adiada a oportunidade de assumir o protagonismo como ala pontuador, o que tanto se espera dele.

Gui: responsa pra ele
Gui: responsa pra ele. Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket

E para quem sobra a responsabilidade de suprir essas ausências: Gui Deodato. Claro, ele não vai jogar pelos dois, mas ainda bem que voltou a Bauru. E bem. Está com excelente média de 17,3 pontos nos três primeiros jogos e todos sabem que tem fôlego para jogar uns 60 minutos direto. Outro nome que ajudaria nesse enfraquecido revezamento seria Léo Eltink, mas a lombalgia do camisa 8 é séria.

Sendo assim, é provável que o técnico Demétrius em alguns momentos escale Gegê na escolta, ao lado de Valtinho; ou, mais ousado, use Jefferson na posição 3, deixando o garrafão para Hettsheimeir e Shilton. Isso considerando apenas os adultos. A molecada vai ter que jogar, não tem jeito. Tanto que mais dois foram inscritos, exatamente alas: Gui Bento e Henrique Cerimelli.

EM SOROCABA

O primeiro degrau dessa penosa subida com o time desfalcado será nesta sexta (18/nov), às 20h, fora de casa contra a Liga Sorocabana — que, acredite, está invicta em dois jogos. Já foi o tempo que era jogo ganho. E tudo isso depois da derrota feia para o Paulistano, que irritou a torcida. Os bauruenses terão que ser mais guerreiros do que nunca.

 

Fotaça do topo: Reprodução/Torcida Fúria

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *