Vôlei Bauru termina primeira fase da Superliga em oitavo e vai encarar o Praia Clube

Não teve jeito. O Vôlei Bauru pagou pela campanha irregular e se classificou para as quartas de final apenas na oitava e última vaga — e vai encarar o líder Praia Clube. A partida derradeira na fase de classificação foi contra o São Caetano: derrota fora de casa por 3 sets a 1 (parciais de 28/26, 19/25, 25/21 e 29/27). Curioso: o São Caetano, que ficou de fora, em nono, venceu as gigantes duas vezes nesta Superliga. Uma vitória no tie-break também não adiantaria: somente os três pontos colocariam Bauru em sétimo — igualmente numa pedreira, o Sesc Rio, que vem crescendo.

O negócio era terminar em sexto, eu alertava há algumas semanas, para fugir de Praia e Rio. Mas significaria pegar o Minas, terceiro colocado, que vem embalado com título sul-americano e seria igualmente complicado. Ultrapassou o Osasco, que vai encarar o Barueri nas quartas. O Rio pega o Pinheiros. Minas e Fluminense fecham o chaveamento.



“Domingo já estamos treinando. Temos que trabalhar. Agora é playoff!”, avisou o técnico Fernando Bonatto, em entrevista pós-jogo ao repórter Chico José, da Jovem Pan News Bauru.

Na condição de azarão, Bauru pode surpreender o Praia, que provou não ser imbatível ao cair na semifinal da Copa Brasil… Paula Pequeno, no nosso programa ENTREVISTA 10, falou sobre jogar sem o peso do favoritismo.

Bom trabalho para as gigantes!

 

Flavio Perez/São Caetano