Categorias
Noroeste

Noroeste vence São Bento em tarde de experimentação tática

Em sua quarta partida de preparação para a Copa Paulista (estreia no próximo dia 14, contra a Ferroviária), o Noroeste segue invicto. Dessa vez, vitória de 2 a 1 sobre o São Bento, com direito a gol do “estreante” Fernando Russi, que promete ser a solução dos problemas da camisa 9. O outro foi marcado por Daniel Grando, que começa bem sua busca de afirmação, o que ainda não aconteceu – é seu segundo gol nessa fase de jogos-treinos.

O mais interessante, entretanto, dessa tarde em Votorantim foram as experimentações feitas por Amauri Knevitz. Não há dedução nos campinhos abaixo, os esquemas foram montados a partir de relato de quem viu o jogo-treino.

O Norusca começou com uma espécie de 3-4-3, com uma linha de quatro na frente dos zagueiros e, mais adiante, Leandro Oliveira e Velicka fazendo a ligação até Russi (um 3-5-1 camuflado ou, para os modernosos, 3-4-2-1)
No segundo tempo, Knevitz promoveu trocas e voltou ao seu esquema tradicional, com um cabeça-de-área e dois apoiadores (que muitos consideram ser três volantes); Velicka fecha o quarteto da armação e Leandro Oliveira se aproxima do centroavante.

Perceba que, no segundo esquema, Kasado atua onde jogava Everton Garroni e Giovanni ocupa a vaga deixada por França. Ambos apoiavam muito o ataque. O problema do Noroeste na Série A-2 não era retranca, era finalização – havia volume ofensivo. Mas pode ser melhor. Repito: gostaria de ver um quadrado no meio, com dois volantes e dois meias (Leandro e Velicka).

Aparentemente, Walter ganhou a titularidade de Nicolas no gol. No meio, Johnnattan disputa vaga com Giovanni. E espanta Oliveira ser sacado para Hélio ser testado… O Alvirrubro terminou o amistoso com Johnnattan no lugar de Giovanni, Lauro no de Velicka; no ataque, L.O. e Russi deram lugar a Romário e Daniel Grando.

O jogo-treino em São Carlos, na próxima quarta, será bastante revelador em relação ao provável time titular no início da Copa Paulista.

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

3 respostas em “Noroeste vence São Bento em tarde de experimentação tática”

PASSAMOS O CAMPEONATO INTEIRO COM BOM VOLUME DE JOGO,OS VOLANTES APARECENDO,OS MEIAS APOIANDO,MAS…APENAS UM ATACANTE.PASSARAM-SE 2 MESES E A MENTALIDADE É A MESMA,SÓMENTE UM ATACANTE ISOLADO.
NÃO ESTOU SENDO INSENSATO NA MINHA VISÃO,POIS OS 4 TIMES QUE SUBIRAM PARA A PRIMEIRA DIVISÃO,JOGAVAM COM 2 ATACANTES .
O QUE É NECESSÁRIO É UM EXCELENTE PREPARO FÍSICO DESSES DOIS PROFISSIONAIS,POIS SEM A BOLA ELES TEM QUE COMPOR O MEIO,E O NOSSO TIME COM A BOLA ELES TEM QUE SER RÁPIDOS E ÁGEIS,PARA “MATAR” O ADVERSÁRIO .

não sei quem está mais errado: o noroeste por apostar em daniel grando pro ataque, o basquete por ver em josuel um grande reforço ao time ou eu, por achar que os dois times estão no caminho errado…

Fernando, Sera que o Helio sera o titular no lugar do Oliveira? Ele quando teve chances de atuar na ultima A2 andou dando algumas pipocadas. Apos o primeiro jogo contra a Ferroviaria e que teremos uma ideia do que este time podera nos apresentar de positivo. Abracos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *