Categorias
Noroeste

Noroeste de todos os tempos

Com voto dos internautas, 94FM promoveu no primeiro semestre eleição do melhor Noroeste em seus 100 anos. Relembre os escolhidos.

A 94FM promoveu eleição online dos melhores jogadores, treinador e dirigente da história do Esporte Clube Noroeste. Com a proximidade das festividades do Centenário, boa hora para relembrar os escolhidos, eternos merecedores de homenagens. A descrição de cada um deles é de Paulo Sérgio Simonetti, diretor da 94FM e grande nome da locução esportiva bauruense – há dois anos ele me mostrou arquivos de áudio, que belo grito de gol!

AMÉLIO (goleiro)
Um dos maiores goleiros da história de Bauru. Apesar da pouca altura tinha grande elasticidade.

XANDU (lateral-direito)
Ícone do futebol bauruense. Campeão de 43 e 53, no primeiro acesso do Noroeste.

TECÃO (zagueiro central)
Mais uma revelação da cidade. Lançado por Bolão, chegou ao São Paulo ainda garoto.

MÁRCIO ARAÚJO (quarto-zagueiro)
Sua aquisição junto ao São Paulo foi um sonho. Ele liderou aquela equipe inesquecível que emocionou a torcida noroestina.

PIERRE (lateral-esquerdo)
Contratado junto com Gaspar e Diógenes, veio da Ferroviária e conquistou Bauru pela raça e categoria.

LORICO (volante)
Um nome lendário aqui e respeitado no Brasil. Um talentoso médio volante revelado na Escolinha da Portuguesa Santista. Foi ídolo da torcida.

RANULFO (armador)
Ranulfo – Para muitos cronistas e torcedores foi o maior jogador de futebol da história do Noroeste.

RODRIGUES (ponta-direita)
Jogou tanto de ponta como de centro avante. Sempre foi artilheiro.

ZÉ CARLOS (meia direita)
Super- craque. Lenda viva do nosso futebol. Figura importante na consagração de Toninho Guerreiro.

TONINHO GUERREIRO (centroavante)
Goleador do Noroeste. Seu futebol o transportou para o Santos e São Paulo. Um grande injustiçado na Seleção Brasileira.

BARONINHO (ponta-esquerda)
Mais uma revelação bauruense. Foi campeão pelo Palmeiras e campeão do Mundo pelo Flamengo de Zico.

VARLEY BATISTA DE CARVALHO (treinador)
Levou o Noroeste à Divisão Especial em 1986 num dos acessos mais difíceis da história do clube e salvou muitas vezes a equipe do rebaixamento.

CLÁUDIO AMANTINI (dirigente)
Sua figura se funde com a do próprio Noroeste. Foi presidente em várias oportunidades e levou o clube de volta à elite em 1970 num feito histórico.

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

2 respostas em “Noroeste de todos os tempos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *