Categorias
Bauru Basket

Tchau, Sidão

Carismático, Sidão não teve tempo para mostrar seu potencial. Foto: JB Anthero/Divulgação

O Bauru Basket enviou comunicado anunciando a saída de Sidão Santana. Com proposta do basquete angolano, não coberta pela diretoria bauruense, o pivô não mais vestirá a camisa 27 do Dragão.

A princípio, a vaga deixada pelo grandalhão não deve ser reposta — dedução a partir do que disse Guerrinha, via assessoria: “Temos substitutos para a posição. O Mosso e o Coleman estão melhorando muito e podem assumir funções táticas dessa posição”.

A verdade é que Sidão agradou mais pelo carisma (foi ovacionado logo em sua estreia) do que pelo desempenho em quadra. Poderia evoluir, claro, mas cobrir uma proposta salarial apostando numa eventual melhora não seria mesmo o caso.

Se tivesse ‘chegado, chegando’, a conversa poderia ter sido outra. Mas com 3,9 pontos e 2,1 rebotes por jogo, fica difícil lamentar sua saída.

Penso que a diretoria poderia não repor essa vaga e dar mais minutos a Andrezão — Nandão é outra opção para o garrafão. Que guarde essa grana e negocie já com Lucas Tischer para a próxima temporada. Já pensou?

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *