CANHOTA 10

Sem armadores, Norusca vê Linense criar e golear

Direto do Alfredão

Há muito o que dizer de Noroeste 0 x 3 Linense.  Dois comentários principais têm a ver com a imprensa. Explico.

O primeiro: logo no início do jogo, de minha posição na cabine, ouvi nitidamente o treinador Marcos Roberto gritar para Lelo: “Eles estão jogando com três atacantes, precisa ficar mais”. No intervalo, o técnico disse em entrevista aos colegas de rádio que foi surpreendido por essa escalação ofensiva do Linense. Mas, a escalação estava publicada no site dos jornais de Lins – e reproduzida pelos sites bauruenses (primeiro o Webesportiva) – desde o meio da semana! Não pode. Ele precisa acompanhar a imprensa. Pelo visto, o time alvirrubro teve que reinventar seu sistema de marcação durante o jogo. Quando se deu conta, a goleada estava construída.

O segundo: a imprensa bauruense não pode se precipitar em enumerar erros extracampo do Noroeste baseada em um jogo. Criticar o péssimo comportamento em campo, ok. Mas já se falou (mal) da preparação, de o treinador Luciano Dias não estar à beira do gramado, da qualidade do elenco. Calma. Basta lembrar as quatro derrotas seguidas durante a Série A2: os jogadores foram mantidos e buscaram o acesso. Portanto, paciência. Vejamos algumas rodadas e, principalmente, oremos para os meias do time estarem logo aptos – pois Willian Leandro é fraco e o improvisado Adilson Souza não sabe armar.

O jogo
O Norusca dá a impressão de que dominaria o jogo. Logo aos dois minutos, Adilson cruza para Paulo Roberto finalizar prensado, para fora. A partir daí, o Linense comporta-se como time da casa. Contando com cerca de 80 torcedores, mantém-se no campo de ataque e chega com perigo aos nove, quando provoca bate-rebate na área noroestina, e aos 14, quando Leandro Love cabeceia para fora. Três minutos depois, o primeiro gol. Golaço. Do bico da grande área, pelo lado esquerdo, Velika (canhoto, camisa 10…) cruza rumo à meia-lua. O lateral Eric espera a bola pingar e, de sem-pulo, acerta o ângulo de Yuri.

Rafael Mineiro Noreste Linense Copa Paulista 2010 Bauru futebol

Rafael Mineiro cobra lateral: um dos piores em campo

O Noroeste tenta reagir, mas com a saída de jogo desorganizada – com muitos erros de passe de Roque e Lelo. Na cabine a meu lado, Bira, o treinador de goleiros, avisa Yuri que o time está todo indo pra frente. Dito e feito: aos 24, em contra-ataque, o veloz atacante André Luiz recebe livre, dribla o goleiro e entra com bola e tudo.

A dificuldade de criação alvirrubra segue e somente aos 34 há uma jogada de perigo, quando Rafael Mineiro bate cruzado e Rafael Aidar chega atrasado, de carrinho. Cinco minutos adiante, Bonfim cabeceia rente à trave, após cobrança de falta na intermediária.

Aos 41, o golpe final. Leandro Love perde gol feito na pequena área, a bola é mal rebatida e sobra para Alessandro Cambalhota. O ex-atacante noroestino ajeita para Bilinha chutar forte e Love, aí sim, desviar para sua trajetória para as redes. Na saída, Bonfim diz ao repórter Thiago Navarro, do Jornada Esportiva, que não é somente a zaga que tem responsabilidade de defender.

No segundo tempo, o Norusca vai a campo com duas modificações. Logo de cara, a um minuto, o jovem volante Juninho arrisca de fora da área – o que repete aos sete, desta vez com mais perigo. Essa empolgação dura pouco e a partida se arrasta até o fim, com o Linense gastando o tempo em troca de passes e o Alvirrubro sem conseguir finalizar uma jogada. Aos 41, um lampejo do jovem Nathan, que pedala bonito, invade a área, mas finaliza muito, muito mal.

Noreste Linense Copa Paulista 2010 Bauru futebol

O ex-noroestino Marcelo Santos conversa com Jota Martins: o torcedor era feliz e não sabia...

O próximo compromisso noroestino na Copa Paulista é somente dia 28, quando visita a Penapolense. Antes, faz amistoso internacional contra o Estoril, de Portugal, dia 21, às 20h. Que o torcedor, que fez companhia às moscas neste sábado, anime-se para o jogo festivo da quarta-feira.

O cara: o meia Velika, habilidoso e incisivo em suas investidas ao ataque
Os perebas: Rafael Mineiro e Roque (vamos testar Mizael e Pedro!) e, principalmente Willian Leandro
O árbitro: não foi notado e deu apenas um amarelo, o que é bom sinal
Curiosidade: cercado pelos Jotas (Martins, da 87FM, e Augusto, da Auri Verde), o atacante Alessandro Cambalhota bateu discontraído papo e aproveitou para comentar sua criticada passagem por aqui – quando pouco jogou, encostado, contundido e ganhando bem. Do lado bauruense, ficou com a fama de chinelinho. Como é bom ouvir o outro lado (parabéns aos repórteres), ele deu sua versão: “Ganhava R$ 10 mil por mês, tenho como provar. Outros jogadores ganhavam mais. Não peguei luvas. Eu queria jogar, mas era o comandante quem escolhia. Não recebi oportunidades. No Paulistão, já estava recuperado e só joguei 20 minutos contra o Paulista e nunca mais. Queria ficar em Bauru, perto da família e dos negócios. Mas hoje estou feliz. Moro na fazenda e vou ao clube treinar em dez minutos. A gente faz um dinheirinho vendendo um bezerro aqui, outro ali…”.

Ficha técnica Noroeste Linense

Comentários

  1. Talvez seja muito luxo para o Noroeste ter o Luciano Dias apenas como um supervisor, deixando o Marcos Antonio na beira do gramado. O Marcos acaba virando “boi de piranha” quando o resultado é adverso, como o ocorrido neste sábado. De qualquer forma, ficou nítido que o problema do Noroeste é a criação. O meio-campo está fraco, inconsistente apenas com o Willian Leandro, que está sobrecarregado. Aí também o Norusca teve azar de ter três armadores sem condição de jogo de uma só vez. Essa pausa de dez dias (sem contar o amistoso) será benéfica para isso. Esperamos que no dia 28/07, quando o Norusca enfrenta a Penapolense fora de casa, que Almir Dias, Cleverson e Giovanni tenham condições de atuar. O time vai precisar deles!

    Obs: talvez esteja na hora de dar mais chance aos jovens do elenco. Gostei da entrada do Juninho e do Leleco, mostraram muita disposição e ajudaram a dar outra cara ao meio-campo. Outro jovem atleta que pode ser testado é o lateral-direito Mizael, até porque o Rafael Mineiro não convenceu neste primeiro jogo

  2. Reynaldo Grillo disse:

    Pelo o que o Noroeste jogou ontem ta comprovado de que a temporada de treinamentos nao serviu pra nada.Um time confuso, sem determinacao e mal treinado…So dou um desconto pra molecada que entrou no segundo tempo…alias tarde demais e levou algum perigo para o gol do Linense.Alias e complicado entender a dificuldade que tem os treinadores que passam pelo Norusca em colocarem promessas da base pra jogarem… So entram em ultimas circunstancias. Estamos cansados de verem muitos times do Brasil lancarem varios jogadores das suas bases e se daram bem eles…Da a impressao de que eles tem algum compromisso em fazerem jogarem essas tranqueiras que ele trazem pra jogarem no clube.O torcedor nao e trouxa e acaba deixando de frequentar o estadio pra nao ter que assistir esta mesmice de sempre…So vao mesmo os mesmos abenegados de sempre…E sera sempre assim ate que esta situacao mude pra melhor…Assim esperamos.

  3. Rogerio . disse:

    NA minha opinião tem que colocar os mlk da base pra jogaar , O Nathan que entro bem contra o linense , somalia e o pedro lateral , ouço fala bem desces garotos …

    Um forte abraçoo .. vamooooo Noruskaaaa !