Categorias
Bauru Basket

Gocil Bauru Basket vive manhã especial em visita à APAE

Dragão vai a Pederneiras interagir com o pessoal da APAE

retranca-bauru-basketDepois de vencer Macaé na segunda rodada do NBB 9 — e aproveitando o bom período de “folga” até a próxima partida, somente no dia 16, contra o Paulistano —, o Gocil Bauru Basket fez uma visita especial nessa quinta-feira. Todo o elenco e comissão técnica foram à cidade vizinha de Pederneiras para interagir com crianças, jovens e adultos da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), entidade referência em educação, inclusão social e profissional de pessoas com deficiência e necessidades especiais.

Foram duas horas de atividades com cerca de cem pessoas na entidade, arrancando sorrisos dos dois lados. “É um dia diferente de nossa rotina e algo que nos dá muita alegria. São pessoas incríveis e que mostram uma pureza muito grande. É muito bom ver a alegria no rosto dessas pessoas e é uma satisfação estar aqui hoje”, disse o capitão do Alex Garcia, via assessoria.

O ala Gui Deodato também celebrou a oportunidade. “É uma forma de retribuirmos todo carinho que eles têm pela equipe e pelo esporte. Foi um dia incrível e que guardaremos com muito carinho”, disse o Batman.

Abaixo, mais fotos dessa manhã especial. A agenda é corrida, fazia tempo que os guerreiros não participavam de ação semelhante, mas certamente todos vão querer mais, quando o tempo permitir.

O recém-chegado Gegê, já bastante integrado
O recém-chegado Gegê, já bastante integrado

 

Diretores foram presentados pelo diretor Vitinho Jacob com camisas do Dragão
Diretores foram presentados pelo diretor Vitinho Jacob com camisas do Dragão

 

O técnico Demétrius e toda a comissão técnica participaram do encontro. Fotos: Caio Casagrande/13 Comunicação/Bauru Basket
O técnico Demétrius e toda a comissão técnica participaram do encontro. Fotos: Caio Casagrande/13 Comunicação/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *