Categorias
Noroeste

Morre Reginaldo Araújo, ex-lateral do Noroeste

Ex-lateral do Noroeste sofre infarto fulminante ao 38 anos

Na manhã desta segunda, morreu o ex-jogador Reginaldo Araújo, de 38 anos. Ele foi vítima de um infarto fulminante.

Lateral-direito, Reginaldo teve seus melhores momentos defendendo o Coritiba. Passou também por São Paulo, Santos (vice da Libertadores 2003), Flamengo (campeão carioca 2004), Santa Cruz, Beira-Mar de Portugal e Criciúma.

Em 2006, ele passou pelo Noroeste. Apesar do currículo de grandes camisas, não conseguiu se firmar em Alfredo de Castilho. Quando o titular Paulo Sérgio quebrou o braço e ficou fora de seis partidas, o técnico Paulo Comelli preferiu escalar o canhoto Marcelo Santos (o mesmo que hoje é camisa 10 do Norusca) como substituto.

Assim, Reginaldo Araújo disputou apenas três partidas pelo Alvirrubro. Na vitória de 2 a 1 sobre o Guarani, na 13ª rodada do Paulistão, e nas duas partidas contra o 15 de Campo Bom-RS, pela Copa do Brasil. Foi titular apenas uma vez, no jogo de ida contra o time gaúcho, quando Comelli escalou os reservas.

Curiosamente, este triste fato coincide com os dez anos da estreia do Noroeste na inesquecível campanha do quarto lugar do Paulistão 2006, bem lembrada pelos colegas da Locomotiva Esportiva. Mesmo discretamente, Reginaldo Araújo faz parte dessa história.

Ele estava atuando como auxiliar-técnico do PSTC, do Paraná, que veio a Bauru no último sábado fazer um jogo-treino com o Noroeste e empatou em 1 a 1. Mas não está confirmado se ele esteve no Alfredão pela última vez anteontem.
Atualizado: ele esteve, sim, em Bauru no último sábado. Foi possível vê-lo na área técnica no vídeo feito pelo Benedito Teixeira.

 

Foto: Reprodução/Agência RBS

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *