Categorias
Noroeste

Presente pra Bauru: Noroeste faz baile da classificação sobre José Bonifácio

Goleada no Alfredão, no aniversário de Bauru, garante ida à segunda fase da Bezinha

retranca-bezinha(Direto do Alfredão) Uma pena que apenas 550 sortudos tiveram a iniciativa de ir ao Alfredo de Castilho nesta bela manhã de sábado, feriadão, aniversário da nossa Bauru. Os demais perderam o baile. Jogando com time misto (seis titulares), o Noroeste aplicou 8 a 0 no José Bonifácio e cravou sua classificação para a próxima fase da Bezinha.

(Parêntese matemático: o Norusca tem 32, o Fernandópolis 26, ambos com 16 partidas e duas por jogar. O Fefecê pode chegar aos mesmos 32, mas apenas a nove vitórias, enquanto o ECN já tem dez. Isso garante, no mínimo, a quarta colocação, caso perca as duas, o que é bem improvável pelo nível dos adversários: o combalido Osvaldo Cruz, fora de casa, e o Tanabi, no Alfredão)

Voltando: a partida foi gostosa de se ver, afinal, quem não gosta de ver gols? E gols bem construídos, diga-se. Não houve tento contra, nem bate-rebate, foi o Alvirrubro chegando no toque. O primeiro deles, o mais bonito, jogada clássica: Gustavo Moreira driblou um marcador, abriu para Pirinha na direita, que cruzou na medida para Makelelê cabecear com estilo, para o chão. Foi o único do primeiro tempo, quando o José Bonifácio marcou mais forte (até demais, com certa maldade) e até ameaçou a meta de Aranha. Capixaba, cobrando falta, e Tuxa, em belo chute de fora da área, ainda carimbaram o travessão do goleiro Silvano.

Vai que a festa é sua, Hygor Silva!
Vai que a festa é sua, Hygor Silva!

No intervalo, dei uma palhinha na transmissão da 87FM e matei a charada: melhor fisicamente, na lua das onze e tanto, o José Bonifácio já havia gastado seus cartuchos e o Norusca iria deslanchar.

Dito e feito: com 20 segundos de bola rolando, Lucas Tidi recebeu em velocidade e tocou de bico na saída do goleiro. A bola mal voltou em jogo e Hygor Silva ampliou, ao receber de Tuxa na linha da grande área e bater seco, de canhota, no canto. O artilheiro do time fez mais um aos 7min, escorando de cabeça cruzamento de Pirinha. E aos 21, fez o que quis pela esquerda e cruzou rasteiro para Makelelê, sozinho na pequena área, só empurrar par ao gol vazio. Segue o baile: O zagueiro Rafael Pontoli, aos 31min, de cabeça; Thiago Cardim completou de voleio cruzamento de Fabrício, aos 45, e Hygor Silva, sempre ele, tocou a saideira no minuto seguinte, fechando a conta em 8 a 0.

BOM TESTE
Poupando o zagueiro Luciano e o meia Marcelos Santos (que entrou no final para cavar um terceiro cartão amarelo) e ainda sem contar com o zagueiro Bira e o lateral-esquerdo Ian (contundidos), o treinador João Martins pôde fazer boas observações. Rafael Pontoli foi seguro na defesa e ainda marcou um gol; o meia Léo Freitas foi bem improvisado na lateral, construindo boas jogadas; o meia-atacante Gustavo Moreira, de apenas 18 anos, mostrou talento, mas precisa segurar menos a bola; e Tuxa, com mais uma chance, mostrou que pode mesmo ajudar o time quando escalado.

PROMESSA CUMPRIDA
João Martins disse ao presidente Emilio Brumati que levaria o Norusca à segunda fase. Dito e feito.

TAPETE
Sempre bom elogiar o gramado do Alfredão, dois anos atrás um pasto cheio de areia e, hoje, bem cuidado pelo Ceará e pelo Aurélio. E agora com reforço do adubo comprado pela Associação Avante, Rubro!, que também quitou a conta de luz do mês de junho.

O Noroeste DE BAURU goleou jogando com Aranha; Alisson Pirinha, Igor, Rafael Pontoli e Léo Freitas; Capixaba, Makelelê, Lucas Tidi (Fabrício) e Gustavo Moreira (Thiago Cardim); Tuxa (Marcelo Santos) e Hygor Silva.

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *