Categorias
Bauru Basket

Em noite de sonho, Paschoalotto Bauru faz bom papel em derrota para o New York Knicks

No Madison Square Garden, Paschoalotto Bauru perde para o Knicks por 100 a 81, mas faz bom papel, incluindo triplo-duplo de Ricardo Fischer

bauru-nbaJá não é mais preciso ser beliscado. O Paschoalotto Bauru jogou uma partida de NBA. Foi o primeiro time brasileiro a atuar no Madison Square Garden, um templo do basquete. Jogadores, comissão técnica e dirigentes realizaram um sonho — só Alex Garcia, que jogou por Spurs e Hornets, havia sentido esse gostinho.

O adversário, o New York Knicks, já não tem a força de outros tempos e era sua primeira partida de pré-temporada com uma equipe reformulada — daí e esperança real de fazer história vencendo em solo sagrado. Mas o resultado (vitória dos ianques por 100 a 81) importa pouco. Nada, aliás. Poderia ser uma lavada que não haveria problema. O importante foi o intercâmbio, o inevitável upgrade depois de atuar num nível superior. O próximo jogo, aliás, terá nível ainda mais exigente, contra o Washington Wizards, muito mais qualificado.

Mesmo jogando nas nuvens e sem obrigação nenhuma, o Dragão deu seu recado. Um belo recado. E deu trabalho no início. Mas de fato não conseguiria manter o ritmo contra um time que teve 12 jogadores com minutagem de dois dígitos.

hettsheimeir-bauru-nbaSEGUNDA CHANCE
Depois do período de treinos no San Antonio Spurs, esta é a outra oportunidade de Rafael Hettsheimeir chamar a atenção nos States. No seu diferencial, o chute de fora, o Canela guardou três. Não creio que alguma franquia recorra ao Canela nessa altura do mercado ianque, mas de qualquer forma ele fica no radar.

O CARA
Ricardo Fischer tem sabido aproveitar os holofotes. Depois de receber elogios de Pablo Laso e abrir os olhos do mercado europeu com os belos desempenhos contra o Real Madrid, o Ligeirinho me arranca um triplo-duplo no Madison Square Garden! Já que estamos num momento de celebrar a caminhada do Bauru Basket até essa oportunidade máxima de visibilidade, vale lembrar e elogiar o faro de Guerrinha e companhia: Ricardo foi recrutado quando era o terceiro armador de São José.

ESQUENTANDO
É nítido que Jefferson William ainda busca seu físico ideal, tem sofrido nas disputas embaixo da cesta e contra-ataques são um sufoco para que retorne ao outro lado da quadra. Nada melhor do que a exigência desses jogos para que ele chegue forte ao NBB. Dentro do alto número de tiros de três do time (43), foi ele quem mais tentou (14), acertando dois (14%).

day-bauru-knicks-okQUE NOITE!
Nessa de realizar sonho de menino, imagino a alegria de Robert Day, afinal, ele é norte-americano, jogar ali tem o mesmo efeito que um garoto brasileiro jogar no Maracanã. Tanto que protagonizou bela reportagem do The New York Times sobre sua carreira. O Especialista, cestinha bauruense no jogo, deve ter provocado um who is this guy??? em seus compatriotas com ótimo desempenho de 5-9 nos triplos.

SÓ???
Wesley Sena jogou apenas 3min11… É muito pouco. Não me parece o caso que queimaria o menino ou que ele não teria força (física mesmo) para brigar lá embaixo. Se o consagrado Alex Garcia tomou toco de cinema, Wesley poderia ser pregado à vontade. Ia fazer bem a ele.

NUMERALHA
Robert Day: 19 pontos, 6 rebotes
Rafael Hettsheimeir: 18 pontos, 8 rebotes
Ricardo Fischer: 11 pontos, 10 rebotes, 10 assistências (mas 7 violações)
Rafael Mineiro: 11 pontos, 2 rebotes, 3 roubos de bola
Jefferson William: 10 pontos, 2 rebotes
Alex Garcia: 6 pontos, 9 rebotes, 4 assistências
Léo Meindl: 4 pontos, 2 roubos de bola
Paulinho Boracini: 2 pontos

 

Fotos: Caio Casagrande/Bauru Basket

Por Fernando Beagá

Mineiro de Ituiutaba, bauruense de coração. Formado em Jornalismo e mestrando em Comunicação Midiática pela Unesp, atuou por 16 anos na Editora Alto Astral, onde foi editor-chefe e responsável pela implantação e edição das revistas esportivas. É produtor de conteúdo freelancer pelo coletivo Estúdio Teca. Resenhou 49 partidas da Copa do Mundo de 2018 para Placar/Veja. Criou o CANHOTA 10 em 2010, a princípio para cobrir o esporte local (ganhador do prêmio Top Blog 2013), e agora lança olhar sobre o futebol nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *