CANHOTA 10

Vitória do Noroeste sobre o Barretos é animadora, mas nada conclusiva

Foto (de Jairo Munhoz) reproduzida de O DIÁRIO, de Barretos

Depois de empatar com a Ferroviária na estreia no Alfredão, num frustrante 0 a 0, o Noroeste conseguiu sua primeira vitória na Copa Paulista jogando fora de casa. Venceu o Barretos por 2 a 1 na noite de sexta-feira (20/7). Ganhar como visitante é sempre animador, mas é cedo para imaginar o quão longe chegará o Norusca na competição. Até porque o Barretos está longe de ser uma força do futebol do interior.

Mas, como disse, é no mínimo animador. Alguns pontos a destacar da vitória: a boa atuação do goleiro Walter, que garantiu a vitória no final da partida; Fernando Russi mostrou seu faro de gol, começando a atender à expectativa que existe a respeito de, finalmente, a equipe ter encontrado um bom camisa 9; Giovanni cumpriu bem seu papel de apoiador pela esquerda. E desde o início do ano todos querem que Velicka se destaque como maestro, chegando com qualidade perto do gol.

Preocupa-me apenas a exagerada quantidade de reforços, depreciando totalmente as categorias de base. Fiz um levantamento do elenco noroestino e trarei em detalhes na coluna de segunda-feira, no jornal BOM DIA, comprovando que laboratório ainda é o termo mais apropriado para definir a Copinha para o Noroeste.

O Alvirrubro venceu o Barretos com Walter; Bira, Lima, Helio (Samuel) e Ralph; Kasado, Johnnattan, Giovanni, Velicka (Romarinho) e Leandro Oliveira (Léo Nascimento); Fernando Russi.

Comentários

  1. Rafael disse:

    O pior, Fernando, é a quantidade de zagueiros contratados quando se tem no sub-20 o excelente Ruggieri e o ótimo Jean.