CANHOTA 10

Noroeste vai escalar reservas: não parece a escolha certa

Em entrevista coletiva aos colegas de imprensa na última terça (27/3), o técnico Amauri Knevitz avisou que deverá ir a campo com os reservas na última rodada da primeira fase da Série A-2, contra o rebaixado União São João, no Alfredão. Enfatizou que, mais importante do que se preocupar com a posição do time é recuperar os jogadores da recente maratona de jogos. O treinador noroestino assumiu sua escolha. Depois não poderá reclamar, num eventual insucesso na busta pela volta à elite, que não pôde decidir a vaga em casa na última rodada – ou que pegou adversários fortes no chaveamento.

Porque por mais que os reservas estejam entrosados por atuarem juntos nos coletivos, o ritmo de jogo eles não têm. Então, um tropeço em casa – porque empatar em casa com o União é um tropeço – não está descartado. O que pode resultar na oitava posição na tabela…

Há quem diga que é quase impossível o Norusca chegar entre os quatro. Não é bem assim. Há só uma ‘barbada’ para o G-4 e outra garantida pela matemática, mas duas vagas estão pingando para alguém pegar. Vejamos:

A BARBADA
O Audax bate em casa a desesperada Santacruzense e termina em primeiro, com 36 pontos.

A VAGA MATEMÁTICA NO G-4
Red Bull (33 pontos) e Ferroviária (32), já classificados, sem enfrentam. Se vencer ou empatar, o Red Bull se garante no G-4, pois com 34 pontos (empate) ninguém o supera em número de vitórias e, com 36 (vitória) , decide liderança no saldo de gols com o Audax. Desse jogo sai uma vaga no G-4, pois se a Ferroviária vencer chega a 35.

FALTAM DUAS…
Considerando que a Barbarense, com 29 e já classificada, não chega nem vencendo – e ainda por cima enfrenta como visitante o desesperado Santo André -, brigam por essas duas vagas no G-4:
– o São Bernardo, que recebe o fraco Palmeiras B e pode chegar a 35 – mas o Verdinho estará com sangue nos olhos para evitar o descenso
– o Penapolense, que pode alcançar 34 pontos e 10 vitórias, mas visita o ameaçado São José
– o Atlético Sorocaba, que recebe o São Carlos e pode chegar a 35 – mas os são-carlenses não estão livres do rebaixamento
– o Noroeste, que recebe o rebaixado União São João e pode chegar a 34 – isto é, com um tropeço dos três adversários acima, está dentro do G-4

RESUMINDO:
Se Red Bull ou Ferroviária ficam fora do G-4, basta que São Bernardo OU Penapolense OU Sorocaba EMPATEM, nem precisam perder para que o Alvirrubro (se vencer) fique entre os quatro primeiros e jogue a partida decisiva no Alfredão. Simples assim: o Noroeste é o único deles que pega um time que cumpre tabela.

Por isso, como defendi na coluna da semana no BOM DIA, acho que o Noroeste deveria jogar com força máxima. E nem precisa golear, como equivocadamente coloquei, pois não ganha de ninguém no primeiro critério de desempate, o número de vitórias. Tem que ser pela pontuação mesmo. Se vencer o União tem grandes chances de estar entre os quatro primeiros. Recado dado.