CANHOTA 10

Noroeste traz bom empate com o Corinthians

Em jogo que parecia perdido até Roberto Carlos falhar, Alvirrubro quase vira no fim e reclama pênaltis
DE BAURU
Ligado no PFC e na Jovem Auri-Verde

Tudo indicava que o Noroeste seria o sparring do Corinthians, que encara o colombiano Tolima na próxima quarta-feira (26/1), pela Pré-Libertadores. Mesmo dono do jogo, entretanto, o Timão cochilou e o Alvirrubro buscou o empate, além de apertar nos minutos finais e reclamar dois pênaltis. O resultado é bom, considerando o adversário e a manutenção da invencibilidade, apesar de o time continuar falhando na defesa – como assusta, esse Matheus… Na quarta, às 17h (horário ingrato…), o Trem-Bala recebe o Bragantino, no Alfredão.

Ao jogo, sem delongas (vídeo dos gols está no rodapé):

1º tempo

Desde os primeiros momentos, o Corinthians se impõe. O Timão chega por duas vezes, obrigando Matheus a rifar a bola, até sua primeira grande chance, aos nove: como ponta, Dentinho cruza da direita para cabeçada à queima roupa de Jorge Henrique.

Aos 14, o Noroeste tem sua grande chance. Vandinho puxa contra-ataque e encontra Ricardinho livre na esquerda; cara a cara com Júlio César, o goleiro leva a melhor.

Ronaldo dá seu primeiro chute a gol aos 16, aós receber passe de Bruno César – André Luis encaixa. Três minutos depois, o camisa 1 noroestino evita o gol: Vandinho erra passe, Dentinho aproveita, mas para no goleiro.

O Noroeste volta a passar perigo aos 33, quando André Luis rebate cobrança de falta perigosa de Roberto Carlos. A partida fica morna por sete minutos, até  o Corinthians abrir o placar. Bruno César recebe na esquerda entre três defensores e toca rápido para Dentinho, que chuta da entrada da área. A bola desvia em Da Silva e encobre o goleiro noroestino. 1 a 0.

Aos 43, o Trem-Bala quase empata. Ótimo lançamento de Ricardinho na área que encontra Zé Carlos. O camisa 9 arremata de primeira no lado de fora da rede.

2º tempo

O Norusca volta com Júlio César no lugar de Francis, pendurado. Mas a partida recomeça da mesma forma, com o Timão em cima. Aos dois, Ronaldo chuta prensado da entrada da área e ganha escanteio.

Jogando em ritmo de treino, o Corinthians puxa contra-ataque aos dez, com belo passe de Ronaldo para Jucilei – o camisa 8 finaliza para importante defesa de Andé Luis. Dois minutos depois, o Timão é surpreendido. Roberto Carlos erra o domínio de uma bola fácil, Vandinho rouba e lança para Thiago Marin, livre, chutar cruzado e empatar o jogo.

O jogo  se amarra até Matheus pregar mais um susto nos noroestinos, aos 21: André Luis rebate cobrança forte de Roberto Carlos e o camisa 3 alvirrubro se enrola com a bola, gerando um sufocante bate-rebate…

Em sua jogada característica, o Timão chega forte somente aos 32. Bruno César, arrisca de fora da área e André pega.

A partir dos 39, o jogo pega fogo. Paulinho recebe no lado direito da área e chuta forte, rasteiro, à esquerda do gol. No minuto seguinte, Marcelo Oliveira (substuindo RC) entra na área e chuta por cima. Aos 41, o primeiro pênalti reclamado pelo Norusca, quando Marcelo Oliveira derruba Aleílson – o camisa 18 entra bem no lugar de Zé Carlos, partindo para cima. Na reclamação, Márcio Gabriel leva vermelho.

O Corinthians quase desempata aos 43. Edno chuta muito forte da intermediária e André Luis – grande partida! – defende em dois tempos. O último lance relevante é do Noroeste: Aleílson entra na área driblando e é novamente calçado por Marcelo Oliveira. O árbitro Flávio Guerra ignora…

Pós-jogo

Ao microfone do repórter Jota Augusto, da Jovem Auri-Verde, o treinador Luciano Dias avaliou o resultado. “Seria muita pretensão ficar lamentando um empate com o Corinthians no Pacaembu. Alertei na preleção que teríamos dificuldades com a arbitragem… O importante é que a equipe não se acanhou. O grupo está de parabéns e vamos crescer na competição”, avisou o treinador noroestino.

Para quarta-feira, ele terá que quebrar a cabeça para substituir Márcio Gabriel. Aposta no jovem Betinho, improvisa o canhota Gustavo Henrique ou apela para um volante naquele setor? Ou ousa com Vandinho ou Aleílson por ali?!!! Aguardemos.

Foto na homepage: reprodução/site oficial do Corinthians

Comentários

  1. Kelly disse:

    Excelente resultado. Sabiamos os riscos, e Corinthians como equipe da capital, jogando em casa, partiria pra cima. Tivemos chances de vencer o jogo, mas como disse Luciano, seria pretensão reclamar de um empate. Achei o empate de ótimo tamanho agora é vencer em casa na quarta, com horario ingrato e por isso com pouquissimas pessoas no estadio. Vamos NORUSCA.

  2. Ricardo Henrique Ferraz disse:

    É isso, conquanto discordo do fato de que quando da cobrança forte de Roberto Carlos e rebate de André Luiz, tenha o Matheus se atrapalhado.Ao contrario ele foi o unico que chegou junto ao rebote, conseguindo tirar a bola para a lateral.

  3. Nilton Santos disse:

    Acredito que o Corinthians não desprezou o ECN tanto que o Tite deve ter visto o jogo contra o Botafogo de Ribeirão e mudado de opinião escalando os titulares se não mesmo sem Otacilio ganhariamos facil dos reservas e provamos que o time tem atitude.Volto a dizer…o Marin foi uma das melhores contratações do ECN uma pena o Aidar estar de fora até do banco,acredito que ele é útil.

    Abraços

  4. Reynaldo disse:

    Na minha opiniao a nossa defesa da muitos vacilos. Espero que ela se acerte para o proximo jogo em Bauru contra o Bragantino onde teremos de ganhar de qualquer maneira. Pra cima deles Norusca.

  5. vitor disse:

    gollllllllllll

  6. sujão disse:

    concordo com o ricardo ferraz, como grande jogador de futebol que é na cidade de elisiario!! afinal tio é tio né!!