CANHOTA 10

Noroeste perde para o Linense e A2 fica mais perto

Norusca até pressionou, mas não conseguiu colocar a bola na rede e segue decepcionando

De Bauru
ligado no PFC e no Jornada Esportiva

Pela terceira vez seguida em menos de um ano, o Noroeste perde para o Linense. Sim, as outras duas foram na Copa Paulista, mas lá estavam Mateus, Eric, André Bilinha, Leandro Love… Se o time de Lins errou em apostar na base de 2010 e só agora vai ganhando fôlego para fugir da degola, essa vitória evidencia ainda mais o momento alvirrubro.

O Norusca chegou até a apertar o Elefante durante boa parte do primeiro tempo, mas seguiu sua rotina de errar muitos gols, sobretudo com Zé Carlos, que teve quatro chances para marcar. Agora, faltam 18 pontos a serem disputados e o Noroeste precisa de dez ou onze, isto é, ter 60% de aproveitamento. É difícil acreditar. A esperança, como o próprio treinador Lori Sandri relatou ao final da partida, está depositada em vencer Ponte Preta e Grêmio Prudente em casa. Do contrário, passaporte carimbado para a Série A2. Ao jogo:

1º tempo

Como de costume, o Noroeste começa atacando, ignorando se está dentro ou fora de casa. Mas, como de costuma, desperdiça. Logo aos três minutos, Gleidson cruza da esquerda e Zé Carlos emenda forte, de primeira, mas Mateus defende com os pés. O Linense responde dois minutos adiante, em chute sem perigo de André Bilinha.

Em outro chute de fora da área, aos 11, Wellington Monteiro obriga André Luis a trabalhar. A partida segue lá e cá, em descidas rápidas. Numa delas, aos 25, Diego bate sem firmeza e manda a bola na galera… Três minutos depois, o cabeludo desce bem, sempre pela esquerda, é travado no chute e ela sobra para Vandinho, que também carimba a zaga.

Aos 33, Zé Carlos perde gol feito. Ele recebe na marca do pênalti, livre, e bate colocado, de canhota, em cima o goleiro. A chegada do Elefante é mais objetiva, em chute rasteiro de Leandro Love no pé da trave esquerda. Quando tudo caminhava para um segundo também também disputado, o Linense encaixa boa jogada, aos 44…

Marcus Vinicius avança com a bola e dá belo passe por cima para Éder, que recebe já dentro da área e solta a bomba, de canhota. 1 a 0 no último lance da primeira etapa.

2º tempo

O Norusca volta modificado, com Victor Júnior no lugar de Vandinho. A intenção é tapar um buraco, trocando um meia-atacante por um meia de ofício. Na prática, o camisa 17 não agrega muito…

Como no período inicial, o Noroeste pressiona. Chega forte as quatro, com Zé Carlos, que tem chute desviado pela zaga. Aos 12, de novo o camisa 12 alvirrubro: ele chuta forte, de longe, e o goleiro Mateus coloca para escanteio. O castigo definitivo vem no minuto seguinte…

Halisson derruba Pedrão na área. O camisa 9 do Linense pega a bola e cobra firme no meio do gol. A vantagem ampliada acorda o Elefante de vez – e mina as forças noroestinas. Aos 18, Marcus Vinicius bate colocado e André Luis espalma. Aos 19, Ricardinho, pela primeira vez reserva no Paulistão, entra no lugar de Júlio César.

A partida segue movimentada, mas o Alvirrubro não consegue marcar. Aos 31, novamente Zé Carlos chuta e Mateus defende. É o último bom lance noroestino, que vê o Linense administrar a vantagem. Aleilson ainda entra em campo, no lugar de Diego, mas não consegue assustara a defesa adversária.

No próximo sábado (19/3), às 18h30, o Noroeste joga sua sobrevivência em casa, contra a Ponte Preta.

Pós-jogo

Em entrevista aos repórteres Thiago Navarro, do Jornada Esportiva, e Jota Augusto, da Jovem Auri-Verde, o técnico Lori Sandri, bom nas palavras, tentou manter o ânimo para os próximos confrontos. Perguntado por Augusto se montaria um elenco diferente, se estivesse desde o início do Paulistão, saiu-se com essa” Sua pergunta é muito boa, mas vou deixar para respondê-la no fim do campeonato. O momento é de dar força a esse grupo”. Já a Navarro, que disse ao treinador que a torcida está jogando a tolha, foi otimista: “Não é hora de jogar a toalha. Se a gente vencer o próximo jogo, vamos dar o primeiro passo para fugir do rebaixamento”.

Sobre o descrédito com a torcida, o atacante Diego, ao microfone do Jornada, teve personalidade: “Aquele que acreditar e ficar com a gente até o fim, irá comemorar conosco. Porque vamos sair dessa”.

Comentários

  1. Reynaldo disse:

    Fernando..O Norusca infelismente esta caminhando pra A2.So se salva se um milagre acontecer. Abracos

  2. BH, infelizmente nosso time é limitado. O Noroeste até criou boas jogadas no 1° tempo, mas na hora de concluir a gol, era sofrível. Depois que levou o gol, aí que o time se perdeu em campo, fez o pênalti e não teve forças para reagir. Muitos torcedores jogaram a toalha e eu acredito que só um milagre salva o Noroeste. Matematicamente ainda dá, porque se ganhar 3 jogos (9 pontos) o Alvirrubro até escapa. O problema é acreditar que ganharemos 3 jogos em 6, se até agora o time ganhou 1 em 13. Difícil. Eu vejo que o Noroeste tem que ganhar os 2 em casa que vai ter agora, Ponte Preta e Prudente. Se isso acontecer, terá 4 jogos para buscar 1 vitória e 1 empate (20 pontos escapa sem dúvidas). O problema é a tabela, serão jogos contra Oeste, Portuguesa e Ituano fora e São Paulo em casa. Mas aí pelo menos o time teria que buscar 1 vitória. Já se não fizer a lição de casa agora já era, porque não ganha 3 desses 4 últimos jogos

    Abraços e parabéns pela cobertura do Canhota 10