CANHOTA 10

Noroeste empata de novo no Alfredão e segue sem vencer o Penapolense

 Direto do Alfredão

A ‘síndrome do Alfredão’ continua. Com o empate em 2 a 2 com o Penapolense no dia do aniversário de Bauru, agora são cinco jogos seguidos sem vencer em casa – contando apenas partidas oficiais nesta temporada. E o Noroeste soma seu sétimo empate em 16 jogos na Vila Pacífico (além de sete vitórias e duas derrotas). É muito empate para quem teria que se impor como mandante.

Com uma invencibilidade enganosa na Copinha, o Norusca agora soma sete pontos de 15 possíveis e vai encarar dois desafios fora de casa: Santacruzense (dia 10) e Ferroviária (18), já abrindo o returno do grupo 1. Com vem se comportando melhor como forasteiro, quem sabe…

Em comparação com a partida de sábado, o sonolento 0 a 0 contra o América, pelo menos a partida proporcionou boas emoções para os 265 pagantes que testemunharam a partida, principalmente no segundo tempo, quando surgiram os gols.

Na primeira metade, um lá e cá tímido, que exigiu pouco dos goleiros, mas não permitiu que ninguém cochilasse. Na volta do intervalo, aí sim, os locutores voltaram a usar a garganta em Bauru depois de muito tempo. Como sempre se comportou contra o Alvirrubro, o CAP não atuou fechado e partiu pra cima, abrindo o placar, com Guaru, em bola mal rebatida do volante Kasado.

Pelo menos o Noroeste não se encolheu e foi buscar a virada, contando com uma tarde ruim do goleiro Washington. No primeiro, cortou mal escanteio cobrado  por Velicka, espalmando na nuca do zagueiro Rodrigo Biro… No segundo, Romarinho (que entrou bem!) chutou de longe, o arqueiro rebateu e Fernando Russi, tranquilo, dominou e escolheu o canto – esse centroavante é bom, sabe o que faz na área e é bom pivô fora dela.

Mas Guaru estava com a canhota afiada. Em cobrança de falta próxima à meia-lua, cobrou no canto esquerdo de Walter e empatou, mantedo o tabu de não perder para o Norusca desde setembro de 2008.

O Noroeste empatou com o Penapolense com Walter; Bira, Lima, Samuel e Ralph; Kasado, Johnnattan, Cesinha (Romarinho) e Velicka; Diogo (Daniel Grando) e Fernando Russi (Lauro César).

Os principais momentos, na reportagem de Fábio Leopissi:
[gmc 2069459]

A seguir, alguns cliques da partida (incluindo o exato momento em que o CAP empatou). Além do empate, a lamentar o fato de o Noroeste ter voltado a jogar de branco no Alfredão, o que não acontecia há algum tempo, após campanha do Canhota 10 (‘Seja Rubro, Norusca!’).

Fernando Russi briga entre os zagueiros: finalmente um bom camisa 9

Gol do CAP: Walter não alcança cobrança de Guaru