CANHOTA 10

Laboratório maluco

Direto do Alfredão

A história se repete: escalação diferente – segue o laboratório -, atribuição do mau jogo ao descontrole emocional e muita tranquilidade do treinador Luciano Dias em relação aos resultados deste semestre. Portanto, não perca o seu sono. O Noroeste, após empatar com a Francana, em casa, no fechamento do turno da segunda fase da Copa Paulista, parece estar a três jogos de encerrar o semestre – e começar a montar o elenco do Paulistão.

Em partida televisionada e noite fria – a prometida chuva não passou de garoa – o torcedor preferiu o conforto do sofá e foi batido o esperado recorde negativo: 93 pagantes. Ironicamente, foi um bom jogo. Mesmo que se questione a técnica, não faltaram chances de gol.

Com apenas um ponto no grupo 7 (Barueri tem sete, XV, cinco, e Francana, dois), a tarefa ficou quase impossível.

O JOGO

1º tempo
No primeiro minuto, o zagueiro Rodrigo, em cobrança de falta, testa Yuri. O camisa 1 noroestino pega, seguro. Aos três, Giovanni é lançado na direita, busca na linha de fundo, recua na diagonal e rola para Deivid, da meia-lua, chutar com perigo, de canhota, à esquerda de Rodrigo Calchi.

O Norusca quase abre o placar aos oito, quando Rafael Aidar arrisca de longe, a bola desvia em Cristiano e vai a escanteio. Na cobrança de Deivid, de novo Aidar: ele raspa de cabeça e a bola atravessa na frente do gol.

Depois do início empolgado do Alvirrubro, a Veterana se reorganiza taticamente e mata as tentativas ofensivas. Talvez por isso, Luciano Dias chama o atacante Marcus Vinícius para mexer no estilo de jogo. Enquanto o camisa 17 esperava a bola sair, o Norusca chega ao primeiro gol. Aidar arrisca chute da intermediária, a bola quica na grama molhada e o goleiro Calchi assina o frango. O camisa 11 vibra muito, todo o time vai comemorar com ele, como se descarregassem todo o clima pesado da semana.

Quatro minutos depois, já com Marcus Vinícius em campo, no lugar de Mizael – e Deivid deslocado para a lateral –, vem o segundo gol, novamente com “colaboração” do adversário. Giovanni vai à linha de fundo, cruza rasteiro e os zagueiros batem cabeça. Da lambança sai o gol contra de Rinaldi, mas o árbitro anota para Diego, que estava na dividida.

A Francana dá seu segundo chute a gol somente aos 40, em cobrança de falta de Fabrício. No minuto seguinte, Júnior Preto é lançado no mano a mano com Yuri, que abafa a finalização do camisa 9 e arranca aplausos de todas as testemunhas presentes no Alfredão.

Intervalo
Ao microfone de Thiago Navarro, do Jornada Esportiva, Diego, sem disfarçar a risada, diz que o gol foi dele. Já Deivid reclama do árbrito: “O juiz está deixando bater”. Os atletas de Franca, realmente, foram a campo travas afiadas.

Uma curiosidade: a Rede Vida esteve no Alfredão com cinegrafistas e repórter. Narrador e comentarista ficaram nos estúdios, em São José dos Campos (fazendo a famosa narração por tubo)

2º tempo
Já no primeiro minuto, a Francana não permite que o Noroeste conduza o segundo tempo de forma tranquila. Cris levanta bola em cobrança de falta, da direita, e Geilson desvia contra o próprio gol. 2 a 1. Aos cinco, o time bauruense tenta dar a resposta: Diego briga na área, a zaga trava e Giovanni finaliza o rebote por cima.

Movimentado, o jogo merecia mais público. E o Norusca merecia tomar outro gol, pela desatenção. Em cobrança de falta ensaiada, Rodrigo solta a bomba, Yuri rebate e Fabrício, sozinho, empata aos 12. Dá para ouvir o preparador de goleiros, Bira, comentar que o chute era impossível de encaixar, pela força e velocidade que pegou. A falha foi da defesa, por permitir o arremate.

A reação é imediata. No minuto seguinte, Gustavo Henrique invade a área e é derrubado por Régis. Deivid se apresenta para cobrar o pênalti. Bate a meia altura, no canto direito, e o goleiro Rodrigo Calchi faz linda defesa.

A Francana se sente à vontade no jogo e quase passa à frente no placar aos 26, quando Yuri toma outra bomba no peito e Williams Nascy, no rebote, consegue perder o gol, mandando a bola nos eucaliptos.

O Alvirrubro só assusta aos 33, quando Aidar desce pela direita e rola na entrada da área para Marcus Vinícius bater rasteiro – o goleiro defende. Um minuto depois, Deivid cruza e Paulo Roberto é travado na subida. O árbitro marca simulação do centroavante noroestino…

Aos 40, repetição da jogada de sete minutos antes e, novamente, Calchi pega chute de Marcus Vinícius. Aos 45, Ramon desce rápido pela esquerda e Nascy finaliza com perigo. Na última chance de vencer, Deivid chuta falta na barreira.

Fim de jogo
“Dizem que pênalti na costura [no canto] ninguém pega. Ele pegou… Não errei nenhum pênalti nos treinamentos”, comenta Deivid, a Thiago Navarro, sobre o gol desperdiçado. O capitão Hernani avaliou o momento noroestino: “Não faltou empenho nem luta, apenas tranquilidade e posse de bola. O momento é de dignidade. Temos que sair de campo esgotados por ter dado o melhor.”

A exemplo do último sábado (25/9), o técnico Luciano Dias é cercado pelos repórteres e mantém a calma. E, novamente, suas declarações merecem um texto a parte.

Comentários

  1. Reynaldo disse:

    Segundo o proprio tecnico mandraque…Ele diz que esta apoiado pelo presidente do clube….O que vamos fazer?..Vamos ver ate onde ira esta palhacada. Na minha opiniao dever haver uma limpa no clube….A nao ser que o presidente tenha outras ideias que nao vao de encontro com os desejos do torcedor noroestino…

  2. Kelly disse:

    É complicado tudo isso, como disse o Reynaldo, até onde vai essa palhaçada???? Um técnico que não aceita criticas, que acha que uma competição é um laboratório… Isso não poderia acontecer nunca, o nome da nossa equipe que esta sendo manchado com isso tudo. Eu estava la, junto com mais alguns torcedores fiéis, porque sair de casa no sabado a noite com garoa e frio é só pra quem é torcedor mesmo. Mas sinceramente mereciamos mais respeito pelo sr. Luciano Dias que esta pouco se importanto com a gente que vai e prestigia nossa equipe.

  3. Paulo Cesar Medeiros disse:

    Entendo que, uma vez que a comissão técnica já disse mais de uma vez que a Copa é um laboratório (e o presidente comunga da mesma ideia senão já teria tomado providências) o que leio acima parece mais falta de entendimento por parte do torcedor do que “incompreensão” ou “palhaçada” por parte de quem quer que seja.

    É simples entender o pensamento da comissão técnica assim como 2+2 são 4 , basta ter um pouco de raciocínio lógico.

    E olha, não estou defendendo ninguém, até porque não tenho procuração para tal.

  4. José Abrahão Dias, Lins disse:

    Bom o seu raciocinio, Paulo.

    Para os corneteiros,esse assunto do laboratório ainda dá assunto.

    Parece ser dificil do pessoal entender que, se essa situação fosse no campeonato paulista, a história seria outra.

    Ou alguém entende que qualquer time que está disputando a copa paulista tem condições de passar da primeira fase da Copa do Brasil?????

    Brincadeira tem hora, né…

  5. Não se trata de cornetagem, o que não podemos aceitar é que o Noroeste entre em qualquer competição com o simples objetivo de disputar ou fazê-la de laboratório. Por mais que a Copa Paulista não seja atrativa, o campeão do torneio alcança uma vaga na Copa do Brasil, o que daria uma projeção interessante ao Noroeste, como ocorreu em 2006 e 2007. O discurso do treinador é incoerente, pois se a competição não desperta interesse da diretoria e comissão técnica, prá que então contar com 35 (agora 32) jogadores no elenco. Prá que viajar com um dia de antecedência e se concentrar nos melhores hotéis e comer nos melhores restaurantes dos locais de jogos. O que tem faltado no Noroeste são os responsáveis assumirem de fato a responsabilidade e não se omitirem como fazem em cada tropeço. É engraçado o Luciano Dias dizer na coletiva que tem 67% de aproveitamento a frente do time. Ele esquece de contabilizar que na primeira fase, embora ele não ficasse no banco de reservas (não ficou porque não quis), era ele quem treinava o time durante a semana, escalava, ficava nos camarotes e nas arquibancadas dos estádios e interferia diretamente nas decisões do Marcos Antonio Ribeiro. Agora, dizer que ele não tinha responsabilidade, é no mínimo se esquivar das responsabilidades frente ao time. O Noroeste é muito grande para se apiquenar como está se apiquenando nesta Copa Paulista.

  6. Pedro Ferronato, de Jaú disse:

    Concordo com o sr José Dias, é pura cornetagem pois falam que o Noroeste é grande(?), é time da “massa”, tem que aproveitar os atletas da base e tal mas durante as partidas o que se observa são pouco mais de 80, 100 torcedores nas arquibancadas. Dai a pergunta que já foi feita anteriormente neste blog e ninguém respondeu:

    Como contratar bons jogadores, pagar salários & encargos e toda a manutenção sem o apoio constante da torcida?

    Como contratar um técnico mediano se o clube não tem orçamentos constantes provenientes das rendas?

    E para quem diz “entender” de futebol mas não percebe, a camisa do time está descaracterizada por causa das publicidades, aonde está a identidade do time? Mas, fazer o quê , é o meio que a diretoria do time encontra para pagar os salários em dia.

    E isto não ocorre somente no ECN, é com a grande maioria dos times do nosso futebol.

    Quanto a “projeção interessante” comentada pelo sr Rafael Antonio, não vejo algum clube que esteja disputando esta famingerada copa tenha condições de passar para a segunda fase da Copa do Brasil, mesmo que jogue contra o Xispimpim, do Acre-Ac pois o nível técnico é sofrível. Entendo que o técnico do Noroeste peca em não passar os principais fundamentos para alguns atletas. Querem um exemplo ? Assistam o VT da partida do Noroeste, tem gente “quebrando a bola”.

    Em suma, o Noroeste é time fraco e pequeno, a torcida é insignificante no que se refere a números, presença nas arquibancadas em dias de jogos. Se fossem jogos virtuais o time seria campeão pois a torcida só aparece em blog, prá cornetear…

  7. MOACIR disse:

    E VERDADE RAFAEL PARABENS PELA SUA COLOCAÇAO,ENTAO PORQUE NAO DISPUTOU SO COM OS JOGADORES DO CLUBE OS GAROTOS,MUITO MAIS PROVEITOSO, PORQUE MANTER UM TECNICO SEU AUXILIAR 2 PREPARADORES FISICOS TAO CAROS ,SO PRA LABORATORIO,NO COMEÇO DA COMPETIÇAO FALAVAM QUE ESTA COPA SERIA COMO SE FOSSE A COPA DO MUNDO,AI VEIO OS RESULTADOS MUDARAM A CONVERSA ,E PARA SEGURAR EMPREGO,A IMPRENSA PRECISA COBRAR MAIS QUEM VAI PAGAR ESTAS CONTAS TODAS SERA O NOROESTE AMANHA OU DEPOIS.

  8. Jairton disse:

    Se fosse jogar soh com os mulekes, a essa hora os corneteros tavam reclamando porque não foi contratado jogadores experientes. fora corneteros que naum entendem nada e dão palpite furados